23/10/2021

BRONCAS - Arapuã, Novo Itacolomi, Mauá, Rosário e Marumbi com confusões

ARAPUÃ -
No dia 22 de outubro, 08h40min, na Rua Augusto Ferreira da Silva, houve discussão entre vizinhos. Um senhor disse ter sido vítima de xingamentos, por um homem que trabalha com recicláveis, motivo pelo qual o solicitante havia reclamado dele atear fogo em resíduos de plástico, causando bastante fumaça no local. Ao chegar ao endereço, o acusado se comprometeu a se adequar, até porque o fato pode configurar crime de trânsito. ITACOLOMI - Em Novo Itacolomi, 22 de outubro, 08h30min, na Estrada Santo Antônio, numa Fazenda, o solicitante, disse que um de seus funcionários, posteriormente identificado, vem ameaçando seus colegas de trabalho, desde o dia de anterior. Relatou, especificamente, que chegou alterado, psicologicamente, no trabalho negando-se a desempenhar suas tarefas e que em dado momento tentou agredir um outro funcionário da fazenda. Disse ainda que o comportamento é completamente estranho, como se estivesse sob influência de algum psicoativo. Não foram divulgados mais dados da ocorrência e o reclamante não chegou a representar contra o ameaçador. MAUÁ DA SERRA - Em Mauá da Serra, no dia 22 de outubro, às 16h40min, na Rua Boa Vista, uma pessoa solicitou a presença da equipe Policial, dizendo que o ex-amásio de sua mãe, estava em frente a residência fazendo ameaças. Ele foi buscar alguns móveis e começou a confusão. Mas como, na hora da chegada da PM, os ânimos estavam calmos, ninguém registrou contra o outro. ROSÁRIO - No dia 23 de outubro, na Avenida Brasil, na praça principal houve confusão e uma pessoa foi levada para a unidade de saúde. A vítima, feminina, estava consciente, mas disse que desentendeu-se com um masculino e que ele desferiu um golpe com uma garrafa, acertando o seu rosto causando um corte, sendo necessária o atendimento médico, mas que não sabe o real motivo da discussão. O acusado, não foi encontrado. MARUMBI - No dia 22 de outubro, 18h05min, na Avenida Sete de Setembro, um menor, de 17 anos, disse que duas pessoas foram até o colégio, onde estuda, armados, para o ameaçar ou cometer algo mais grave. O diretor o levou até sua casa e a situação foi resolvida. O pai do aluno, ficou de identificar os agressores e informar a Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA