23/10/2021

CAMBIRA - Ex-prefeito Sidney Bellini é condenado novamente por estupro

  O ex-prefeito do município de Cambira, Sidney Bellini, recebeu uma nova condenação, aos seus 69 anos, dessa vez de 13 anos e 4 meses de prisão, regime fechado, e, novamente, pelo crime de estupro de vulnerável, segundo a 1ª Vara Criminal de Apucarana. A ordem de prisão foi expedida, em 18 de outubro, de 2021, para ser cumprida contra o ex-gestor. Em 2018, noticiamos sobre a primeira condenação do político, que já se encontrava detido por força de uma prisão flagrante acusado de ter praticado estupro contra uma adolescente em um hotel em Mandaguari. Após este caso, surgiram pelo menos mais cinco denúncias na área de Apucarana, e foi por conta de uma dessas denúncias, que ele foi condenado neste ano de 2021. O caso, corre em segredo de justiça, mas a  princípio, a denúncia foi feita por uma menor, de 15 anos, que quando sofreu o abuso, tinha 11 anos. PRIMEIRO CASO - No dia 15 de dezembro, de 2017, houve a prisão do ex-prefeito Sidney Bellini, acusado de estupro de vulnerável. Informações são de que o político teria pago, cerca de 50 reais, para levar uma menina até o motel de Mandaguari, com a qual manteve relações sexuais. Após os fatos, a mãe dela procurou um Policial Militar de Cambira, o Sargento Fabiano, há época,  e relatou o fato, que foi levado a Dra Luana, da Delegacia da Mulher, em Apucarana. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA