22/10/2021

POLÊMICA - Família de Godoy Moreira faz acusação contra a C-Vale

                   RESPOSTA DA C.VALE                     
Filhos de um produtor rural,  se disseram injustiçados e que Cooperativa C.Vale está se apossando de terras de forma arbitrária. Leia nota enviada pela empresa
  Em Godoy Moreira, a família de um agricultor, está revoltada com a Cooperativa C.Vale, por conta de uma ação judicial, em que empresa passa  a ter posse de uma área do produtor. No dia 20 de outubro, de 2021, a Polícia Militar, esteve no local, dando apoio a representantes da C.Vale e também oficiais de justiça, que foram cumprir uma ordem judicial de demarcação das terras. Leia a nota, divulgada pelos familiares do produtor, juntamente, com vídeos. "Estamos encaminhando vídeos e fotos, onde aparecem dois veículos da cooperativa C. Vale, unidade de São João do Ivaí, na propriedade do senhor Eli Klem Schuindt. Não pense que eles estão prestando assistência técnica, mas sim, juntamente, com a polícia militar, da qual faço parte há 14 anos, mais oficiais de justiça e agrimensor, estão demarcando 4,5 alqueires, de uma área total de 16 alqueires, de onde depende 14 pessoas para o seu sustento. Pois bem, esta área está sendo retirada da família, por intermédio de um processo, que a cooperativa moveu na comarca de São João do Ivaí, contra a pessoa de N. S., que é o real devedor de uma conta inicial RS 1.950,00, da qual foram pagos RS 4.900,00. Deve se levar em conta, que a área tem um valor de, aproximadamente, RS 400.000,00 mil reais, no mínimo, mas foi arrematada pela Cooperativa C. Vale, ao valor de RS144.000,00 mil. Peço a todos, que compartilhem esta publicação, para que chegue até a diretoria da Cooperativa, e que ela nos ouça, pois estamos sendo prejudicados pela empresa, que deveria ser parceira de quem está trabalhando, para por alimentos na mesa de todos. A Cooperativa faz de tudo para tirar o crédito do produtor, até mesmo com outros empresas, que fornecem insumos. Se não plantarmos, não vamos colher, e se não colhemos, não pagaremos as contas. Nunca tire tudo de um homem, a ponto dele não ter nada a perder", diz a nota. Nossa reportagem fez contato com a Cooperativa, em São João do Ivaí, alvo da denúncia, mas, inicialmente, a gerência local não quis comentar o assunto e informou o contato do jurídico. Em contato com o jurídico da Cooperativa, Dr. Arival, ele atendeu a nossa ligação e afirmou que a empresa não iria se manifestar, por entender que este não é um assunto público e não haver necessidade de publicidade, mas, no dia seguinte, 22 de outubro, a Cooperativa divulgou a seguinte nota: RESPOSTA DA C.VALE:  "A C.Vale informa, em resposta às informações envolvendo o produtor Eli Klein Schuindt, de São João do Ivaí, publicadas no Blog do Berimbau, que buscou um acordo para recuperação de crédito concedido em 2016. Após várias tentativas infrutíferas de acerto para viabilizar a quitação do débito, a cooperativa precisou recorrer ao Poder Judiciário para solucionar o impasse. Após ouvir as partes e analisar documentos referentes ao caso, a Justiça deu ganho de causa à C.Vale e determinou leilão de um imóvel para cobrir o débito. Assim, amparada em decisão judicial, a cooperativa arrematou um imóvel do produtor. Nossa posição é, sempre, buscar acordos e soluções amigáveis. As ações judiciais são o último recurso da cooperativa para evitar que os demais associados paguem, indiretamente, contas que não lhes dizem respeito", diz nota.

Um comentário:

  1. Se fosse um grande fazendeiro como os de Mato Grosso, a dívida teria sido perdoada, ou como o Luciano Hang que deve uma fortuna ao BNDS, ninguém fala nada, só perseguem os pequenos.

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA