21/10/2021

SÃO JOÃO - Polícia prende marido e mulher acusados de tráfico de drogas

Segundo da ROTAM Ivaiporã, o morador é apontado como a pessoa que fornece entorpecentes a outros traficantes e ainda efetuava a venda direta com apoio de familiares  
   No dia 20 de outubro, em São João do Ivaí, a equipe ROTAM da  Polícia Militar, juntamente, com com a  P2, que é o Serviço de Inteligência, foi realizar o cumprimento de Mandado Judicial, na Rua União da Vitória,  próximo ao Colégio Artur de Azevedo, expedido pela comarca local, devido a regressão de regime de pena por diversos crimes, dentre eles: tráfico de drogas e corrupção de menores em desfavor de um indivíduo com várias denúncias de tráfico   e apontado como fornecedor para outros traficantes, os quais vendem a mando dele, por uma comissão, sendo apoiado, em sua atividade criminosa, por sua família mais próxima, mãe e convivente. Ainda, segundo relatos de usuários, há uma conta pix, onde são transferidos valores referentes a pagamentos de entorpecentes, cuja chave é o CPF da mulher do suposto traficante. Ao chegar a residência apontada, estavam o morador e outro indivíduo, próximos ao portão. O suposto dono da "Boca de Fumo", desobedeceu e tentou ir para os fundos, no entanto, foi contido com um invólucro contendo oito gramas de crack, suficiente para render 80 pedras. Ele ainda dispensou e jogou ao chão, momento em que a mulher aproximou-se e jogou um cobertor sobre o entorpecente. O autor ainda gritou para a companheira quebrar os celulares, sendo que ela, mesmo estando com uma criança no colo, pegou os aparelhos e arremessou no chão. Depois, pegou o cobertor que jogou ao solo e entregou, com a menor, para a sua sogra, tentando se desfazer ou esconder a droga arremessada. Diante dos fatos, o autor e esposa receberam voz de prisão. Havia ainda um segundo masculino, que foi flagrado dispensando  uma pedra de crack com peso aproximado de 500 miligramas. Ao realizar buscas na casa, foram encontrados, no congelador da geladeira,  uma bucha de maconha  de 1,6 grama; no quarto, R$206,00 reais; 01 rolo de saco plástico preto, idêntico aos que estavam embalados os entorpecentes;  03 celulares e  01 rolo de fio sólido 6mm de 100 metros num segundo quarto.  A 
feminina  tinha, entre os seios, R$71,00 reais  trocadas  e, no bolso, R$52,00 reais. Há ainda  denúncias que, o  autor, além de ser fornecedor, realiza venda direta aos usuários, porém somente acima de R$50,00 reais, para não ter um fluxo muito grande em  sua residência.  Ele já havia sido preso, anteriormente, por flagrante de tráfico de drogas. A criança de  1 no e oito meses,  ficou sob a responsabilidade da avó paterna e  os presos foram encaminhados para a delegacia.  Marido e mulher, negaram todas as acusações e disseram que vão provar inocência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA