Páginas




 


18/05/2022

ORTIGUEIRA - Polícia Civil indicia acusados de saque de cargas na Serra

 O delegado, Dr. André Garcia, informou que já concluiu o inquérito que investiga a ação de saqueadores de carga na região da Serra do Cadeado, ou entre Ortigueira e Mauá da Serra, na BR -376. Ao todo, cinco pessoas foram indiciadas  pela prática do furto. O inquérito foi aberto, no dia 09 de maio, quando uma mulher foi presa após se apropriar de parte de uma carga de cigarros de uma carreta que tombou no trecho, provocando a morte do motorista. A detida pagou cinco mil reais de fiança, mas continua respondendo pelo crime. SOBRE A PRISÃO - Como noticiamos, na manhã de segunda-feira (09 de maio de 2022) uma carreta carregada com cigarros da marca Lucky Strike, tombou na BR 376, km 314 próximo ao Bairro dos Franças, em Ortigueira. O motorista, de nome Geraldo Mineiro, de cerca de 40 anos, morreu preso às ferragens. Neste link você rever matéria do acidente - aqui. Logo após o ocorrido, usuários da rodovia e moradores da região passaram a saquear a carga avaliada em 2 milhões de reais. Imediatamente, a equipe de policiais civis, sob coordenação do delegado André Garcia, passou a investigar o caso e, no começo da noite, os agentes localizaram parte da carga furtada (cerca de 500 mil reais em cigarros), ocultada em uma propriedade, às margens da rodovia. Duas pessoas, entre elas uma mulher, foram presas e três veículos apreendidos. Segundo o delegado, há um grupo de saqueadores composto por várias pessoas que age, sistematicamente, naquela região, de forma organizada e muito rápida. Em poucos minutos toda carga é subtraída, esteja o motorista vivo ou morto. As investigações continuam e novas prisões devem ocorrer nos próximos dias. No município vizinho de Mauá da Serra, na BR -376, km 306, próximo ao local do acidente, a Polícia Militar de Mauá da Serra, equipe do Sargento Francis, também prendeu um casal de jovens. A mulher de 32 anos e com passagem por receptação. Com eles, mais 10 caixas de cigarros avaliadas em 25 mil reais. Neste link - aqui - é possível também rever estas prisões. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...