Páginas




 


19/06/2022

Festa da Saudade reúne velhos amigos em Cruzmaltina

No último final de semana, dias 18 e 19 de junho de 2022, a cidade de Cruzmaltina, no Vale do Ivaí, viveu pela primeira vez um clima de festa diferente dos tradicionais festejos, quando cerca de 70 pessoas, amigos de velhos e novos tempos, estiveram reunidos numa animada confraternização no clube social da cidade, organizado por uma equipe do “Grupo Lembranças de Cruzmaltina”, que é formado por pessoas do lugar que, atualmente, vivem espalhados mundo a fora, mas saudosos da sua terra natal. O início aconteceu na manhã do sábado, com uma carreata indo do trevo de entrada da cidade até o local da festa, num clima de muita euforia pelos amigos. O dia contou com uma extensa programação e muitas surpresas entrando noite a dentro. No domingo, parte do grupo esteve reunido desde o café da manhã, e terminou com o almoço de despedida, seguido do retorno às suas cidades de origem. O prefeito de Cruzmaltina, Natal Casavechia, e a primeira dama do município, Clara Moreira, estiveram juntos e prestigiando o evento. Cruzmaltina é uma cidade com 25 anos de emancipação política, porém bastante antiga, como povoado que já foi Mamoré, "Pau Lascado", Jardim Flórida e, finalmente, Cruzmaltina, cujo nome foi uma escolha do padre Gualter Farias Negrão, 1º pároco da recém criada paróquia Nossa Senhora Aparecida, no ano de 1969. Portanto foram diversas famílias tradicionais, que construíram a cidade ao longo da sua existência, e muitos daqueles que residiram no lugar, quando ainda criança, jovem e mesmo na fase adulta, tomaram outros rumos, e hoje vivem espalhados em outras regiões do estado, fora dele e mesmo em outros países. Hoje muitos estão reunidos pelo WhatsApp no “Grupo Lembranças de Cruzmaltina”, se aproximando de 90 membros ativos, e também no Facebook chegando, atualmente, a um número superior a 760 membros, e desse modo os amigos de velhos tempos acompanham as realidades locais e se reencontram ainda que de forma virtual. Entretanto, como nada substitui o calor humano num abraço, nasceu a ideia de uma confraternização para um encontro presencial, chegou a ser marcada em data anterior, porém foi necessário adiar em decorrência de medidas de segurança da saúde pública devido à pandemia do corona vírus – covid 19. Finalmente remarcada, veio a se tornar realidade no último, reunindo gente que, atualmente, reside em diversas cidades, desde os estados de Rondônia, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, integrantes do Grupo e também alguns familiares, que não mediram esforços para estarem presentes. A programação foi extensa, iniciando com carreata pelas ruas até o local do evento, seguido de café da manhã, muitas fotos e abraços. Antecedeu o almoço, várias homenagens, sendo as pioneiras do lugar, Maria Francisca de Souza, 90 anos de idade, que foi professora, catequista, esposa do saudoso diácono permanente, Benedito Malaquias de Souza, e que há 60 anos reside na cidade. Também Diva Rosa Morador, que chegou ainda criança, em 1959, prestou grande colaboração para a história do município, foi professora, diretora de escola, vereadora e, atualmente, ocupa o cargo de secretária municipal de educação do município. Foram ainda homenageados: Sebastião Ferreira de Castro, por toda a sua trajetória no município, ainda, do Grupo Lembranças de Cruzmaltina, os membros: Jaime, Edilson, Luiz Paulo, e mesmo à distância, Valdir Meira e Edir Irmani. Após o almoço, a programação foi de rodadas de bingos com prêmios aos ganhadores, seguido de passeio em transporte coletivo na região do rio azul, onde muitos puderam rever o lugar, com destaque para os membros Jorge Dama e Eveli Cavalheiro de Bonfim Taborda, sende este o  endereço da escola  rural onde iniciaram suas carreiras de professores, hoje aposentados, puderam assim, saudosamente, relembrar onde tudo começou. Ao fim da tarde, o grupo se reuniu na escadaria da Igreja Matriz, onde ficou registrada a foto de recordação. Já à noite, foi possível, entre outras atividades, a apresentação de danças de uma quadrilha improvisada e seguiu o baile, com músicas variadas, com destaque, “as antigas”, onde os casais puderam relembrar velhos tempos. Já o domingo, começou no café da manhã seguido de preparativos para o almoço de despedida, com registros finais em fotos, e bons planos para a 2ª Festa Anual do Grupo, que deverá acontecer no próximo ano, 2023. (Texto: João Pedro Taborda)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...