Páginas




 


17/06/2022

JARDIM ALEGRE - Famílias do Assentamento 8 de Abril receberam o Título da Terra

A exemplo do que aconteceu em Faxinal, no Assentamento Três Barras; em Rio Branco do Ivaí, no Assentamento Egídio Bruneto e Mauá da Serra, Assentamento Novo Mundo; o município de Jardim Alegre também viveu um dia histórico para os assentados do "Assentamento Oito de Abril". Neste dia 17 de junho de 2022, na quadra de esportes do Colégio Estadual José Martí, aconteceu a solenidade de entrega de títulos da terra para as famílias que vivem no local. Entre as autoridades convidadas, estavam: Deputado federal Sérgio Souza; ex-governador Orlando Pessuti; vice-prefeito de Jardim Alegre, Moisés; Maurício Bueno, de Cruzmaltina, representando o Governo do Estado; Superintendente do INCRA no Paraná, junto ao Ministério da Agricultura, Robson Bastos e o prefeito José Roberto Furlan. Todos fizeram discursos empolgados e em tom de comemoração, assim como as famílias, que após uma luta de cerca de 25 anos, receberam o documento da terra, assegurando a real propriedade do imóvel. O prefeito José Roberto Furlan, agradeceu a presença de todos, falou sobre a história do assentamento e das ações da prefeitura, em apoio ao Bairro Rural, que fomentou a economia de Jardim Alegre e outras cidades, como Godoy Moreira e Arapuã. Vale ressaltar que, em 1998, os Sem Terra ocuparam toda a fazenda, e em 2004 foi criado o Assentamento 8 de Abril. A área, que possui quase 600 famílias, em cerca de 13,8 mil hectares, teve sua primeira ocupação parcial, no dia 8 de abril de 1997. Na época, era parte da antiga fazenda Corumbataí, popularmente,  conhecida como fazenda Sete Mil, com mais de 1000 famílias organizadas pelo MST, que considerava o local como um latifúndio improdutivo, mas que se transformou em lugar de conquistas econômicas, culturais, comunicacionais e sociais para as famílias Sem Terra.  Alguns dos moradores, que hoje são donos da terra, contam histórias da luta, correndo risco de morte, já que tinham que enfrentar a resistência para conseguir permanecer no local, mas que tudo valeu a pena e hoje a meta é continuar prosperando e ajudando quem ainda não conseguiu seu pedaço de chão.  
Fotos  e colaboração de Matheus 
Barbosa Reck, da Assessoria da Prefeitura de Jardim Alegre.   (Mais fotos no link abaixo)

















Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...