Páginas





 


19/09/2022

JARDIM ALEGRE - Mulher faz esclarecimento sobre suposto suicídio tentado do marido

Uma moradora de Jardim Alegre, após ser citada como possível motivo de uma tentativa de ato extremo do marido, divulgou uma nota de esclarecimento, que vamos reproduzir na íntegra: "Nesse fim de semana, meu companheiro teve mais um surto do qual tentou se matar. Não houve brigas, nem discussões entre a gente. Ele me ofendeu com palavras e eu apenas chorei. Ele se sentiu péssimo pela ofensa que me causou e surtou. Graças a Deus, tenho minha mãe como testemunha que não houve brigas. Ele apenas pegou faça e uma foice e saiu. Já estamos cansados dessas ameaças dele tentar se matar, eu fui parar no hospital com crise nervosa e ele...  Bom Ele sumiu. Acredito que pelo ódio que a família dele tem por mim, relatou que a gente havia brigado, pois foi isso que saiu no Blog do Berimbau. Mais Deus e minha família e quem nos conhece de verdade, sabe que não somos de brigar jamais. Então digo que está é uma nota de esclarecimento. Quem relatou.. não sabia da verdade, pois não sabe nem que tipo de remédios o irmão usa, não sabe as vezes nem o nome da doença que o irmão tem. Porque nunca teve interesse em saber.  Por mim ele não voltaria para casa jamais. Mais deixar na rua eu não podia. Fiz um juramento de cuidar, na saúde e na doença.  Amanhã levo ele para  jandaia. E vamos tratar ele como deve. Não é fácil você andar na rua e as pessoas te olharem com julgamento. Viva um dia da minha vida, depois me conta como é, e se ainda é capaz de me julgar.  Pessoas falam o que não sabem, e nessa perdem a chance de ficar com a boca fechada. Como diz...... É a minha opinião... Quer me julgar, quer falar e cuidar da minha vida? Passa aqui em casa que digo onde estou devendo..... Assim, além de falar coisas que não sabe por aí,  me ajuda nas contas que fico mto mais agradecida!!!!", diz a nota.  SOBRE O QUE FOI DIVULGADO -  Conforme noticiamos, em  Jardim Alegre, no dia 16 de setembro de 2022, às 19h50min, na Rodovia PR-466, a Polícia Militar obteve o conhecimento de que havia um indivíduo em possível crise e tentando o ato extremo dentro do cemitério da cidade. A equipe de soldados foi ao local e encontrou um masculino, sentado dentro do cemitério e com uma faca de cozinha apontada para seu tórax. No local encontrava-se a irmã, a qual informou que este era cadeirante e devido a uma briga familiar, foi até o local com a intenção de atentar contra a própria vida. Após contato inicial, este informou que rastejou até o interior do cemitério, com o objetivo de cometer suicídio, devido brigas familiares e com sua esposa, proferindo por diversas vezes, que "não tinha mais jeito". Foi feito o contato com o BOPE, o qual informou que demoraria até chegar ao local da ocorrência e que a equipe deveria iniciar a negociação. Seguiu-se de muita conversa com o cidadão, das inicias J. C., para que este viesse a desistir de suas intenções. As tentativas iniciais não surtiram efeito, por isso foi utilizada uma arma Spark (dispositivo elétrico incapacitante), a qual não surtiu efeito. Após novas conversações e aproximação, foi possível, em um momento de distração, retirar dele a faca e imobiliza-lo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...