Páginas





 


23/09/2022

Suspeita de participação nos ataques em Guarapuava é presa em Ortigueira

Em abril desse de 2022,  cerca de 30 criminosos fortemente armados invadiram a cidade de Guarapuava em ataque a uma empresa de transporte de valores. Durante a ação, houve também ataques contra o Batalhão da Polícia Militar e um Policial Militar acabou morto. O bando fugiu sem conseguir concretizar o crime. As investigações se iniciaram, imediatamente, e continuaram por cerca de 5 meses. Ao final, a Polícia Civil do Paraná, com apoio da Polícia Cientifica e da PM, acabou identificando todos os integrantes da organização criminosa. No início dessa semana foram cumpridas dezenas de ordens de busca e mandados de prisão no Paraná e no estado de São Paulo. Durante a operação, 8 criminosos foram mortos em confronto; outros 24 foram presos e 17 armas apreendidas. Nossa reportagem está recapitulando este fato,  pelo fato de o delegado, Dr. André Garcia, de Ortigueira, que esteve em São Paulo coordenando parte da operação, confirmar  que uma pessoa, moradora  da referida cidade de Ortigueira, também foi presa, preventivamente e trata-se de uma mulher. A suspeita é de que ela teria participação no crime auxiliando os criminosos de São Paulo. O delegado frisa que a ação mostra que as forças policiais do Paraná estarão sempre prontas a responder qualquer ataque desse tipo e que organizações criminosas de outros estados nunca terão espaço no Paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...