Páginas




 



 


23/11/2022

COAMO - Cooperativa anuncia antecipação de sobras de R$220 milhões

No evento a diretoria da Credicoamo também anunciou o pagamento R$ 34 milhões de juros sobre o capital aos associados
A antecipação de parte das sobras de cada Exercício já é uma tradição na Coamo Agroindustrial Cooperativa. Na manhã desta terça-feira, 22, a diretoria da cooperativa anunciou aos cooperados durante Reunião de Campo virtual, o valor de R$ 220 milhões que será distribuído no dia 05 de dezembro para os mais de 30 mil cooperados, conforme a movimentação de cada um na cooperativa na entrega da soja, milho e trigo e aquisição de insumos. Esse é um momento aguardado com expectativa pelos agricultores associados e as comunidades na área de atuação da cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Na oportunidade, a Credicoamo Crédito Rural Cooperativa também anunciou o pagamento dos juros sobre o capital aos associados, no valor superior a R$ 34 milhões. O valor será pago no dia 12 de dezembro, em todas as agências da cooperativa de crédito. Os cooperados que têm os Aplicativos Coamo e Credicoamo poderão acessar o valor depositado diretamente nos aplicativos. O presidente dos Conselhos de Administração da Coamo e Credicoamo, José Aroldo Gallassini, destaca que a tradição de antecipar as sobras é um benefício comemorado pelo quadro social. “Os cooperados sabem que dezembro é o mês de antecipação das sobras, é um momento aguardado, e isso só é possível devido a solidez das cooperativas [Coamo e Credicoamo]”, frisa. A respeito dos juros sobre o capital, uma novidade implantada no ano passado, beneficia a todos de duas formas: primeiro pelo retorno do valor ao associado e, segundo, por meio da capitalização da Credicoamo, que terá mais recursos para financiar os próprios associados. “Parte desse juro, o associado pode utilizar como bem entender e a outra parte será capitalizada na conta capital, aumentando assim, o capital de giro da cooperativa para que possa disponibilizar ainda mais recursos para os financiamentos do quadro social”, diz José Aroldo Gallassini. Além dos juros sobre o capital social, o associado continuará recebendo as sobras da Credicoamo, após a Assembleia Geral Ordinária, que será realizada em março de 2023. “De tudo que a Credicoamo faz, tem uma margem que fica para a capitalização e para as sobras. Quanto às sobras de 2022, serão semelhantes à de anos anteriores, ou seja, significativa e na proporção da movimentação financeira. Isso é importante e somente o sistema cooperativista faz isso: devolver o resultado aos seus sócios.”







Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...