terça-feira, 7 de maio de 2019

FAXINAL - Reviravolta no caso do morador que diz que foi sequestrado

Conhecido "Eder Boiadeiro", de Faxinal, disse que foi assaltado e sequestrado até Londrina, mas supostos ladrões desmentem  e dizem que tudo não passou de uma cobrança 
         Clique no link e ouça reportagem da Ricmais      
   O dia 07 de maio, de 2019, em Faxinal, começou com uma notícia que chamou atenção do Vale do Ivaí. Inicialmente a versão que se tinha era a seguinte: Bandidos praticaram um suposto assalto no Bairro Nutrimil. Homens, a princípio em um Sandero, abordaram o conhecido "Eder Boiadeiro",  dentro de sua residência. Tomaram de assalto o veículo, um F.4000 vermelha, e também o levaram como refém. Um áudio, postado no Whatsapp, como sendo da mulher de Eder, também pedia socorro dizendo que a casa foi invadida, por volta das 08:30 da manhã, e confirmando o delito. Pouco depois, chegou a notícia que a caminhoneta foi recuperada pela Polícia Rodoviária Estadual, Posto de Londrina, que fica na PR-445.  O motorista e suposta vítima,  estava na direção e, ao passar pelo Posto, jogou a F.4000 no rumo dos policiais, talvez para chamar atenção, momento em que foi feita a abordagem. Eder ainda disse que um Sandeiro prata, estava dando cobertura e havia armas, veículo também abordado logo em seguida. OUTRA VERSÃO - Até este ponto, Eder era tido como a vítima de um roubo seguido de sequestro, mas ao serem entrevistados, os acusados, que são moradores de Curiúva,  deram uma versão diferente: Emerson Marçal Veronese, disse que ele, o irmão e o pai, são pessoas idôneas, proprietários de terras e que vendeu gado  para Eder, o qual já havia comprado animais deles em data anterior, e feito o pagamento corretamente. Dessa vez, começou  a dar desculpas até fazer o pagamento com cheques supostamente frios. Depois de uma nova negociação, Eder teria aceitado entregar a caminhoneta, como pagamento da dívida, e receber  mais 10 mil em gado, porque o valor da F.400 era superior a dívida. Alegou ainda que seu pai e seu irmão, vieram na caminhoneta com a pessoa de Faxinal e ele atrás, com o veículo Sandeiro. Afirmou que as armas, não eram para prática de crimes, e sim, armamentos que utilizam para cuidar da fazenda onde residem. O irmão  e o pai, Odair Fernandes, também confirmaram a versão de Emerson, e disseram que vão provar na justiça que não são ladrões. Já Eder, na entrevista concedida e que está no link acima, disse que estava sendo roubado e, em momento algum, afirmou conhecer os acusados ou que havia comprado gado.  A confusão foi levada para a Polícia Civil, que agora vai investigar  o caso.  Nossa reportagem, Blog do Berimbau, vai aguarda a apuração e também nos colocamos a disposição dos citados para qualquer outro esclarecimento. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA