sábado, 12 de outubro de 2019

APUCARANA - Chegada da energia libera construção de indústrias no Juruba

             As 19 empresas que já receberam a cessão de terrenos, incentivo previsto pelo Programa de Desenvolvimento Econômico de Apucarana (Prodea), já podem iniciar a construção de suas novas plantas junto ao Parque Industrial da Juruba. A liberação, segundo informou o prefeito Júnior da Femac, é possível devido a conclusão da primeira etapa de implantação da rede de energia elétrica no complexo industrial. “Este parque faz parte de um grande planejamento de desenvolvimento industrial da gestão Beto Preto. Em um primeiro momento viabilizamos a pavimentação asfáltica, com drenagem e meio-fio. Os empresários que já possuem áreas no local estavam apenas aguardando a chegada da rede de alta e baixa tensão para darem início à instalação de suas novas plantas e assim expandirem seus negócios”, destaca o prefeito, frisando que a rede de água também será ligada dentro de 15 dias. “A partir da próxima semana enviaremos um comunicado oficial às empresas acerca da liberação”, disse Júnior.   (Leia mais no link abaixo) 
A conclusão dos serviços foi vistoriada pelo prefeito nesta sexta-feira juntamente com o secretário Municipal de Obras, Herivelto Moreno e com o diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), Lafayete dos Santos Luz. O investimento na implantação da rede de energia elétrica junto ao parque, também chamado de Cidade Industrial de Apucarana, é na ordem de R$949.223,92, com recursos provenientes da contribuição para o custeio da iluminação pública (Cosip). “Nesta sexta-feira a equipe de engenharia da empresa concluiu a primeira etapa do contrato, que corresponde a 35% do total, já energizando as linhas. Assim, no que tange ao sistema de energia, o local está liberado para a chegada das novas indústrias”, informa Lafayete. Ao todo, o contrato prevê que sejam instalados 233 postes, 10 transformadores e 17 mil metros de cabos. A vencedora da licitação foi Eletrofio Instalações Elétricas Ltda, de Maringá. “Estamos licitando também a iluminação pública, em investimento superior a meio milhão de reais. Teremos lâmpadas de grande potência para atender ao porte do empreendimento, que contará com ruas largas. A população pode ter a certeza de que o Parque da Juruba, projetado pela gestão Beto Preto e Júnior da Femac, será exemplo em iluminação pública, modelo para o Paraná”, complementa Luz.   A instalação da rede elétrica faz parte da primeira etapa do empreendimento industrial, apontado como o principal projeto de expansão econômica do município e que prevê, a curto prazo, a liberação de 31 lotes, de um total de 237 unidades. “O Parque da Juruba, que tem conceito de cidade industrial, foi idealizado para ser grande gerador de empregos. Temos executado políticas de incentivo ao emprego em todos os setores: comércio, agricultura, prestação de serviços e também neste setor, que é a indústria”, destaca o prefeito Júnior da Femac. Ele frisa que além da estruturação da área que vai receber as indústrias, o Plano Diretor de Desenvolvimento pensou a região do Parque da Juruba para oferecer as melhores condições tanto para o empresário, como para os funcionários. “Estamos estruturando o Parque da Juruba em etapas, dentro de um planejamento pé no chão da gestão Beto Preto. Já concluímos o asfalto com toda qualidade exigida pelo porte do empreendimento, as ruas são largas, apropriadas para a circulação de carretas, e agora implementamos a energia elétrica, que é mais um investimento fundamental para que as empresas possam se instalar no local”, assinalou o prefeito, lembrando da localização do complexo. “O Juruba está em região estratégica, na saída para Curitiba, próximo ao Contorno Sul, que está sendo duplicado. Também temos aqui perto o Residencial Fariz Gebrim, que permitirá que o trabalhador more perto do emprego”, exemplificou Júnior.  Com área total de 556 mil metros quadrados, o terreno do Parque Industrial da Juruba/Cidade Industrial de Apucarana, fazia parte da antiga Fazenda Juruba. Contará com rede de água, esgoto, energia elétrica compatível com atividades industriais, rede telefônica e de fibra ótica, iluminação e pavimentação asfáltica, entre outros serviços. “Vai ter banco, lotérica, restaurante/praça de alimentação, Sebrae, Senai, repartições da prefeitura, enfim, tudo que for de interesse da indústria vamos procurar disponibilizar junto ao Parque Industrial da Juruba”, concluiu o prefeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA