sábado, 5 de outubro de 2019

MANOEL RIBAS - Presa suspeita do assassinato de "Marcos Pardal"

                       INVESTIGAÇÃO                   

Polícia Civil prendeu uma mulher, ela é a segunda suspeita a ser detida, acusada de um crime que chocou Manoel Ribas e a região Central do Estado do Paraná


  No dia 04 de outubro, de 2019, o Blog do Berimbau e a Rádio Nova Era, receberam informações exclusivas, que uma mulher, que era procurada, recebeu voz de prisão em Manoel Ribas. No sábado, dia 05 de outubro, ela amanheceu recolhida, inaugurando a ala feminina da cadeia local. Como o processo segue em segredo de Justiça, o nome oficial  da detida não foi divulgado, mas sua detenção revela que a Polícia Civil, continua trabalhando no caso de  do assassinato de Marcos Guerharte, mais conhecido como "Marcos Pardal",  que está praticamente todo esclarecido, por isso, acredita-se que em breve, todos os detalhes serão revelados. A divulgação completa dos fatos neste momento, poderia atrapalhar as investigações. OUTRA PRISÃO - A prisão deste mês de outubro, de 2019, não é a primeira do ano. No 29 de junho, de 2019, nossa reportagem falou com o Victor Nogueira Carvalho, que é investigador de Polícia, lotado na delegacia de Manoel Ribas. Ele confirmava a prisão de um dos suspeitos da morte da vítima, crime que ocorreu em setembro, de 2018, quando Marcos  foi encontrado morto, dentro do Rio, na Ponte do Rio Jacutinga, entre Manoel Ribas e Pitanga. A primeira prisão, foi uma ação conjunta de Policiais Civis de Cândido de Abreu, com apoio da PC de Manoel Ribas, os quais lograram êxito em localizar o homem, que tinha um mandado de prisão em seu desfavor e era procurado. O detido ficou a disposição do poder judiciário. SOBRE O CRIME - Era dia 15 de setembro, de 2018, quando o Blog do Berimbau e a Rádio Nova Era, noticiaram que havia sido encontrado, na Ponte do Rio Jacutinga, próximo a Rodovia 487, no km 283, região da Vila Nova, o corpo de Marcos Guerharte, mais conhecido como "Marcos Pardal", que estava desaparecido. Segundo familiares, a vítima foi jogada de cima de uma ponte, mas a Polícia não descartava nenhuma hipótese, ou seja: homicídio ou suicídio. A retirada do corpo foi feita pelo Defesa Civil (Bombeiros de Manoel Ribas), equipe composta pelo Sargento Márcio Rodrigues e agentes Boaski e Cordeiro, juntamente com equipes da Polícia Militar, Criminalística e um investigador da Polícia Civil. - Para rever esta reportagem do crime - Clique Aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA