quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

DENGUE - Ivaiporã pode enfrentar epidemia de Dengue

Além de Ivaiporã, Arapuã, Jardim Alegre, Godoy Moreira, São João do Ivaí, São Pedro, Califórnia e Apucarana, aparecem com casos confirmados 
REGIÃO -  Na região Vale do Ivaí, alguns municípios começam a se preocupar com o avanço da Dengue. No último boletim divulgado, em 14 de janeiro, de 2020, a cidade de Ivaiporã, por exemplo, apareceu, oficialmente,  com 96 casos, mas segundo fontes locais, já são mais de 110 casos e no próximo Boletim, caso o índice volte a subir, o que é provável, porque há 166 notificações, a cidade pode entrar para a lista de municípios com epidemia. A prefeitura já alertou e, por meio do Departamento de Saúde, vem desenvolvimento alumas ações para contetr . Godoy Moreira, é um município pequeno, por isso, os quatro casos confirmados já preocupam. São João do Ivaí, aparece com um caso; Arapuã, que viveu, recentemente,  um surto da doença, tem 03 casos;  Jardim Alegre e São Pedro aparecem com 06;  Califórnia 01 e Apucarana 07. PARANÁ -  O boletim epidemiológico semanal sobre a dengue publicado nesta terça-feira (14 de janeiro) pela Secretaria da Saúde do Paraná registra 6.068 casos confirmados da doença no Estado. São 725 novos casos, com aumento de 13,57%. O número de municípios em situação de epidemia passou de 15 para 22; sete entraram para a relação: Braganey, Douradina, Paraíso do Norte, Paranavaí, Tamboara, Sertaneja e Guaíra. Também estão em alerta para epidemia outros 22 municípios; quatro são novos na lista: Alto Paraná, Paranapoema, Planaltina do Paraná e Terra Rica. Os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são Londrina (2.975), Foz do Iguaçu (2.777) e Maringá (1.772). “O Governo do Estado está em alerta geral para a dengue. Reunimos, na semana passada, o Comitê Intersetorial da Dengue no Paraná que já iniciou a implementação de medidas de combate e controle nos municípios por meio de Regionais de todas as secretarias estaduais; outros órgãos públicos também estão envolvidos e entidades representativas da comunidade, como Conselhos Municipais de Saúde, associações de bairros e igrejas, estão sendo convidadas para entrar nesta luta contra o mosquito transmissor da dengue”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, que ainda chamou atenção para os focos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA