sábado, 25 de janeiro de 2020

ITACOLOMI - 42 famílias de Novo Itacolomi recebem moradias gratuitas


          Quarenta e duas famílias carentes de Novo Itacolomi, na região Vale do Ivaí, receberam nesta sexta-feira (24 janeiro, de 2020) casas construídas pelo Governo do Estado e Prefeitura Municipal, prefeito Moacir Andreolla e vice Wilson. O Residencial João Rossatto foi inaugurado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e recebeu R$ 2,4 milhões de investimentos por meio do programa Nossa Gente. Os recursos utilizados estão alocados no Fundo Estadual de Combate à Pobreza são resultado de um financiamento obtido pelo Governo do Paraná junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O crédito subsidia integralmente o valor dos imóveis aos beneficiários, que não precisaram arcar com qualquer custo. Segundo o governador, iniciativas como esta dão dignidade a uma população que vive em condições de vulnerabilidade. “Nós estamos fazendo um grande programa habitacional no Estado, que dá acesso à moradia especialmente para a população mais carente”, destacou. O projeto faz parte de um trabalho integrado da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e Cohapar, e contou com a parceria da Prefeitura de Novo Itacolomi. Ratinho Junior lembrou que outros projetos habitacionais são realizados em conjunto por diversas secretarias. “Todos são fundamentais para garantir moradia digna à população”, afirmou. O secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, afirma que novos projetos serão realizados. “Nós viabilizamos os recursos pela secretaria através do BID, e a Cohapar realizou as obras. Estas casas fazem parte de um pacote de mais de mil unidades que serão entregues no Paraná, em um grande movimento de inclusão social”, salientou o secretário. Para o diretor-presidente da Cohapar, Jorge Lange, o novo momento da companhia é resultado de ações de reestruturação que permitem uma atuação mais próxima da população. “Habitação é uma prioridade do Estado”, afirmou. Segundo ele, o governo estadual tem na Cohapar uma ferramenta importante para resolver o deficit habitacional, que hoje é de cerca de 385 mil famílias. UNIDADES - As moradias têm modelos de 32 e 38 metros quadrados, com unidades de 49 metros quadrados adaptadas para pessoas com deficiência. Todas são compostas por dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externa, com custos estimados em R$ 44 mil a R$ 66 mil cada. O prefeito de Novo Itacolomi, Moacir Andreolla, disse que as famílias aguardavam por anos a oportunidade da casa própria, a quais . “Algumas das pessoas beneficiadas já estão com quase 70 anos, e só agora conquistaram a casa própria, através deste programa. Sem a ajuda do Governo do Estado esta conquista não seria possível”, afirmou Andreolla. Também agradeceu o empenho do deputado Artagão Júnior na viabilização dos recursos. “São casas para famílias de baixa renda que não precisaram pagar nada. As obras contemplam luz, água e pavimentação com pedra irregular. Agradeço ao deputado Artagão Júnior que nos liderou neste trabalho que hoje estamos inaugurando”, disse o prefeito. Ele ainda destacou a localização estratégica do novo bairro, já que as casas foram construídas próximas à escola creche, a Unidade Básica de Saúde e uma biblioteca. O projeto de Novo Itacolomi contou ainda com a instalação subsidiada das redes e padrões de energia elétrica pela Copel, e das ligações de água e esgoto pela Sanepar. As contrapartidas municipais incluem a doação dos terrenos e obras de infraestrutura, além da isenção do pagamento de IPTU durante cinco anos para os proprietários. SELEÇÃO – A faixa de renda mensal das famílias contempladas é de até dois salários mínimos. Elas foram selecionadas por técnicos municipais dentro da lista de pessoas previamente cadastradas nas ações de assistência social do Nossa Gente na cidade. No caso de pessoas que possuem maior renda familiar e desejam adquirir uma casa popular do governo estadual, as inscrições devem ser feitas no site da Cohapar: www.cohapar.pr.gov.br/cadastro. FELICIDADE - Luzia Moreira de Almeida (45) recebeu a chave da casa própria das mãos do governador. A dona de casa não escondeu a felicidade pela conquista. “Minha família vivia uma grande expectativa de receber a chave. Nossa vida agora vai ser muito boa”, disse. Ela vai dividir o lar com o marido e o filho, e os R$ 150 que eram gastos no aluguel de onde moravam agora vão ser investidos na família. Fernanda Aparecida dos Santos (31) é zeladora e foi uma das contempladas. Ela morava com as três filhas e o marido junto com a sogra, e agora vai realizar o sonho da casa própria. “É um sonho realizado, ter meu espaço, algo que a gente sempre quis. Já tinha muitos anos que estávamos tentando e agora conseguimos”, afirmou. Quem também celebrou o recebimento da chave da casa própria foi Maria Aparecida da Rosa (56) e o marido Bento da Rosa (54). Os dois agricultores moravam de favor e agora têm o próprio lar. “Depois de tanto tempo que estávamos esperando, foi uma benção receber a chave da casa própria”, destacou Maria Aparecida. “A gente morava em uma casa na propriedade onde trabalhamos, e agora vamos poder dizer para todos os amigos visitarem a nossa casa de verdade”, celebrou Bento. NOSSA GENTE – Os empreendimentos vinculados ao programa Nossa Gente têm como foco pessoas de baixa renda que moram em áreas de risco, ocupações irregulares ou que pagam aluguel que são realocadas para moradias próprias de qualidade, promovendo assim a inclusão social delas. Os projetos em andamento dentro da modalidade de redução do deficit habitacional do programa preveem a construção de 1.108 imóveis em 42 municípios paranaenses, orçados em R$ 61 milhões. Destes, 18 já estão obras e outros dois conjuntos foram concluídos e entregues à população, em Manoel Ribas e Marilândia do Sul. DENGUE – Durante o evento de entrega das casas também houve ações de divulgação da campanha “Dengue Mata". Banners espalhados pelo local levavam mensagens de conscientização, e também foram entregues panfletos com instruções de prevenção e combate à doença. A ação foi coordenada pela equipe da 16ª Regional de Saúde de Apucarana, Escritório regional da Cohapar e Prefeitura Municipal. PRESENÇAS – Participaram da solenidade os secretários de Estado do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega, e da Saúde, Beto Preto, além dos deputados estaduais Delegado Jacovós e Do Carmo, o presidente da Construtora Ipanema, Mario Fukuda, o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi) e prefeito de Kaloré, Washington Luiz da Silva, além de vereadores de Novo Itacolomi, prefeitos de municípios vizinhos, autoridades locais e representantes da sociedade civil organizada (Mais fotos no link abaixo) 




















Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA