13/09/2020

APUCARANA - Prisão por tráfico, furto em lotérica e na Caixa Econômica

TRÁFICO -
Em Apucarana, no dia 12 de setembro, de 2020, às 20h55min, foi detido jovem, de 26 anos, na Rua João Matiuzzi, no Parque Bela Vista. Ao passar na frente de sua casa, o rapaz demonstrou certo nervosismo e não obedeceu a ordem de abordagem. Ao ser contido, foi encontrado no bolso 262,00 reais. Perguntado se havia algo de ilícito no interior da residência, disse que não, mas no quarto havia um pote contendo 07 pinos grandes de cocaína e mais uma pedra grande da mesma droga e com 22 gramas. Consta no boletim que o acusado disse que havia perdido o emprego e estava vendendo cocaína. O pai dele, de 54 anos, ainda foi detido, por ter chegado ao local e tumultuado a ocorrência. FURTO - Também, em Apucarana, no dia 12 de setembro, na Rua Irmã Eleotéria, houve furto na lotérica. O dono fechou seu estabelecimento, por volta das 19 horas, de 11 de setembro, e, ao abrir, em 12 de setembro, por volta das 06 horas, deparou com o estabelecimento todo revirado, uma lona plástica no escritório e com a parede do lado direito quebrada. Os cofres arrombados e o dinheiro foi levado. Foi percebido, nas Câmaras, que eram três marginais, os quais  deixaram para traz um pé de cabra, 01 barra de ferro e 01 chave de fenda. Outro furto, ainda ocorreu, no dia  12 de setembro, às 11h58min, na Rua Renê Camargo de Azambuja. No local, a solicitante informou que deixou sua carteira contendo documentos pessoais e cartões bancários sobre um balcão da agência da Caixa Econômica Federal. Ela foi ao caixa eletrônico e ao retornar percebeu que sua carteira havia sido furtada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA