04/09/2020

JARDIM ALEGRE - Homem acusado de manter "Disk Droga" é preso

Denunciado, já há mais de três anos, o suspeito é acusado de vender droga pelo Whatsapp e chefiar o tráfico na cidade e região. Ele também estaria abastecendo outras "bocas de fumo"
         Em Jardim Alegre, um homem, conhecido como "Fernando Quaresma", que segundo a Polícia Militar, era denunciado há cerca de três anos, foi preso acusado de tráfico, inclusive, de manter na cidade uma espécie de "Disque Droga" e ainda fornecer entorpecentes para outros pequenos traficantes. A prisão ocorreu em 03 de setembro, de 2020, às   20h00min. A equipe ROTAM recebeu informações que o suspeito possuía duas residências, uma onde reside com sua esposa e filhas e outra situada na Rua José Pinto, número 49, local que estaria usando para guardar e comercializar entorpecentes, chefiando o tráfico na região. Também que as drogas eram vendidas via Whatsapp, sendo que, para a entrega, usava uma Fiat Uno, modelo Vivace e na cor vermelho. Relatos de testemunhas informaram que os usuários eram proibidos de comprar drogas na casa, sendo as vendas feitas somente via telefone e entregues em outro local, pelo denunciado, pois desta maneira, não chamava atenção dos vizinhos e terceiros. Para fazer o flagrante, a ROTAM estava há seis meses intensificando o patrulhamento na cidade, sendo que, no dia 03 de setembro, foi possível aborda-lo próximo a casa usada para o tráfico. Ele estava no Fiat Uno na companhia de um passageiro, com o qual foi encontrado um recipiente plástico dentro de sua meia contendo seis porções de cocaína e uma nota de R$50,00 em seu bolso. Com o motorista havia celular e uma carteira com R$1.029,00 em dinheiro. Em revista ao veículo, foi encontrado um segundo celular do motorista. Ao ser indagado se havia droga em casa, o cidadão disse que não, acreditando que a ROTAM não sabia do segundo endereço, que utilizava. Ao fazer varredura neste local, foram encontrados: vasilhame contendo pedaços grandes de cocaína, que pesaram 245 gramas; um prato contendo restos de cocaína; duas colheres; um pincel e um canivete  sujos com cocaína. Rolo de saco plástico usado para embalar o entorpecente; duas tesouras; duas porções de cocaína idênticas as encontradas na abordagem; um pote de fermento químico (Pó Royal) e uma lancheira contendo duas balanças de precisão. No armário de cozinha havia dois tabletes de maconha com cerca de 1,408 quilogramas e uma máquina de cartão. No guarda-roupas, uma arma de fogo, do tipo Pistola Taurus, calibre .380, com o número de série suprimido, três carregadores, um deles municiado com dez munições; quarenta munições marca CBC e um coldre. Na garagem havia um veículo Gol e uma Motocicleta do denunciado. Já na casa onde o homem mora com a família, foram apreendidos: máquina de cartão; dois celulares; porco cofre contendo R$2.699,40 em dinheiro e uma carteira contendo R$4.074,00. Havia também um VW Fox. Tudo foi levado para a delegacia, sendo o montante em dinheiro, R$7.861,25; um veículo, uma arma de fogo, três celulares, 1,408 quilogramas de maconha, 251,2 gramas de cocaína e demais objetos.  Para a imprensa, a defesa do acusado negou os crimes e diz que vai provar inocência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA