10/09/2020

MARUMBI - Preso suspeito de roubo em Marumbi e Kaloré

Na madrugada de 26 de agosto, invadiram casa em Marumbi. Alguns suspeitos estavam detidos e mais um foi preso em 09 de setembro. Também são apontados como autores do assalto na casa do "Bisteca" em Kaloré 
     Tales Vinícius, morador de Marumbi, foi detido, pela Polícia Civil, de Jandaia, com apoio da Polícia Militar, no dia 09 de setembro, de 2020, na casa de sua mãe. Ele é suspeito de ter participado de roubos em Kaloré e Marumbi. Inclusive na referida cidade de Marumbi, ele foi reconhecido pelas vítimas, como a pessoa que ficou na casa cuidando dos reféns. Um celular apreendido com ele,  foi reconhecido, como o usado no dia do crime.  O jovem foi levado para a delegacia de Jandaia e ficou a disposição do poder judiciário. Ele nega participação no crime e diz ser inocente.   SOBRE O CASO - O delegado Dr. Gustavo de Pinho Alves, com apoio da Polícia Militar, de São Pedro do Ivaí, já havia prendido uma mulher em agosto. O nome dela não foi divulgado, oficialmente, mas uma testemunha disse, ao repórter Ronaldo Alves Senes, o "Berimbau", que trata-se de Jéssica da Silva Panaro, que foi libertada recentemente, da cadeia, acusada de tráfico de droga. Ela é acusado de envolvimento com um roubo a residência em Marumbi. A princípio, teve contato com os bandidos, podendo até ter participado e indicou o cunhado, para levar uma das caminhonetes para o Paraguai, onde seria trocada por droga. Como informamos, bandidos invadiram uma residência em Kaloré, e do dia 25 para 26 de agosto, outra casa em Marumbi, onde marginais renderam a família e saíram na madrugada levando três veículos: Uma motocicleta; uma Fiat Toro e um Hilux SW-4. Segundo informações, vários objetos também foram roubados, além de valores.  A SW-4, foi localizada na cidade de Amambaí, e a Fiat Toro em Juti, ambas cidades no Mato Grosso do Sul. Segundo informações, os veículos possuíam rastreadores, o que facilitou a prisão de dois envolvidos. Em entrevista, ao repórter Edi Henrique, de Apucarana, o Cabo Marinho, da Polícia Militar, de Juti- MS, informou que, após ser acionado pela empresa que fazia o rastreamento, a equipe conseguiu apreender os dois veículos e prender os suspeitos. No caso da Fiat Toro, o motorista disse que pegou o veículo entre Marumbi e Bom Sucesso com a missão de leva-lo para o Paraguai. A mãe dele e a esposa, estavam em outro veículo e são investigadas, pois havia suspeita que elas faziam o serviço de batedor, apesar de elas negarem. O Delegado Gustavo de Pinho Alves, de Jandaia,  continua fazendo levantamentos e os dois crimes estão praticamente todos desvendados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA