07/09/2020

NOVA TEBAS - Homem diz que foi abusado por outro masculino

Além do caso de abuso sexual, houve também uma briga por conta de brincadeira com carrinho de Rolimã 
ABUSO -Em Nova Tebas, no dia 06 de setembro, de 2020, compareceu ao Destacamento, um senhor, o qual relatou que, em 05 de setembro, por volta das 20h30min, quando retornava para sua residência, foi abordado por um masculino, de 38 anos, identificado,  sendo que este partiu para cima dele e aproveitando que estava embriagado, imobilizou e o violentou sexualmente. A PM foi até a casa do acusado, o qual negou, dizendo que o  cidadão anda bêbado pelas ruas, diariamente, e vive falando coisas desconexas. Também que, na referida data, estava reunido com alguns familiares, tendo assim como provar que a versão da suposta vítima é mentirosa. O reclamante foi levado até o plantão médico, onde não ficou apurado nenhuma lesão ou sinais aparentes do abuso. Outros exames mais específicos seriam realizados. AGRESSÃO - No dia 06 de setembro, às 18h30min, na Rua Rosevaldo Gelinski, houve uma briga generalizada, mas no local, a confusão já tinha terminado. Um homem, de 48 anos, disse que várias pessoas estavam brincando na rua com carrinho de rolimã e que uma delas, seria um jovem, de 30 anos. Também que, ao pedir para que eles parassem, porque estavam perturbando a vizinha, o rapaz partiu para cima dele com chutes e socos, só parando depois que seus familiares ligaram para o 190. O acusado foi encontrado, mas negou, dizendo que foi o reclamante que saiu da casa, com um pedaço de madeira e partiu para cima dele, momento em que entraram em vias de fato. O caso é investigado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA