23/11/2020

APUCARANA- Cidade passa dos 2 mil casos de covid e 57 mortes

Apucarana registrou mais dois óbitos por Covid-19 nesta segunda-feira (23 de novembro). São dois homens de 80 e 93 anos. O município soma agora 57 mortes provocadas pela doença. O homem de 80 anos sofria de problema renal crônico. Ele foi internado no Hospital da Providência no último dia 18 e morreu no domingo (22). Já o idoso de 93 anos também sofria de problema renal crônico e também de diabetes. Ele foi internado no Hospital da Providência no último dia 17 e morreu no domingo (22). Além dos óbitos, a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) confirmou mais 37 casos de Covid-19 em Apucarana nesta segunda-feira (23). São 17 homens (29, 29, 33, 37, 37, 38, 39, 40, 44, 51, 54, 54, 60, 78, 79, 80 e 93 anos) e 20 mulheres, incluindo duas crianças (5, 11, 18, 23, 25, 25, 26, 28, 29, 29, 30, 31, 31, 42, 45, 45, 55, 63, 67 e 74 anos). Os resultados positivos vieram do Laboratório Central do Estado (Lacen). Com isso, o número de confirmações da doença chega a 2.069. Ainda segundo o boletim divulgado pela Autarquia de Saúde, o município tem mais 182 suspeitas em investigação. O número de recuperados subiu para 1.799. O Pronto Atendimento do Coronavírus chegou a 13.159 pessoas atendidas presencialmente desde o início da pandemia. O número de pacientes monitorados atualmente é de 805. Já foram testadas 15.199 pessoas, sendo 7.949 em testes rápidos, 5.829 pelo Lacen (RT-PCR) e 1.421 por laboratórios particulares (RT-PCR). São 22 pacientes de Apucarana internados, quatro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 18 em leitos de enfermaria. O município tem no momento 213 casos ativos de Covid-19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA