09/11/2020

BORRAZÓPOLIS - Duas confusões na Vila Lourdes e chegaram danificar viatura

Ao abordar suspeitos, um deles jogou uma pedra na viatura e fugiu. Houve também confusão entre vizinhos por conta de uma suposta agressão a grávida   
    Em Borrazópolis, foram registrados dois casos de confusão no Bairro Vila Lourdes. O primeiro terminou com a viatura danificada. Por volta das 23 horas, de 08 de novembro, domingo, na Rua Antônio Sebastião dos Reis, a Polícia Militar estava em patrulhamento quando avistou quatro indivíduos em atitude suspeita, os quais, segundo a PM, são alvos de várias denúncias de tráfico de drogas. Abordados, foram identificados, mais um deles, que está usando tornozeleira eletrônica,  conhecido como "Dingo", evadiu-se, tomando rumo ignorado. Sendo feita busca pessoal nos demais, nada de ilícito foi encontrado, mas enquanto era realizada a abordagem, o "Dingo", que havia fugido, apareceu novamente na rua acima, próximo a sua residência, de onde gritava, ameaçava e xingava a equipe, dizendo palavras de baixo calão e que mataria os soldados. A equipe, ao tentar abordá-lo, evadiu-se novamente pulando muros, mas antes, arremessou uma pedra atingido a janela traseira da viatura. Foram feitas buscas,. mas o autor conseguiu correr por entre às casas existentes no bairro, não sendo localizado. OUTRA CONFUSÃO - Ainda na Vila Lourdes, no dia 08 de novembro, domingo, 21:20 horas, na Rua Robson Jacinto, chegaram informações de um briga entre um casal. Populares relataram terem ouvido uma discussão e que um rapaz estava agredindo uma moça grávida, mas  não sabiam qual seu estado de saúde. Ao chegar ao local, a Polícia não encontrou os envolvidos nesta ocorrência, mas tarde, às 23:35, na Rua Rovilson Jacinto, a Cristina Vieira, que é vizinha do suspeito de agredir a grávida, também acionou a Polícia. Ela disse que seu vizinho e sua mãe, de nome Nelzi, estavam ameaçando ela por conta da mesma ter saído em defesa da mulher grávida, que, supostamente,  era agredida na primeira ocorrência e também por conta de uma questão ligada a herança. Afirmou ainda que o rapaz armou-se com uma faca ou facão e chegou a pular no seu quintal. Por fim, ameaçaram colocar fogo na residência. Para se defender, ela também se armou com duas facas, fazendo com que ele fugisse. Nesta segunda-feira, dia 09 de novembro, Cristina disse que iria procurar a Polícia para formalizar um segundo boletim de ocorrência. A princípio, os denunciados por ela, negam todos as acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA