26/01/2021

TRAGÉDIA - Mais detalhes do acidente na "Curva da Santa" com 19 mortos

Atualização dos dados do acidente que matou quase 20 pessoas em Guaratuba, no litoral do Estado do Paraná 
              Assista vídeo do local, gravado por autor desconhecido               
Dezenove pessoas morreram e 31 ficaram feridas em um acidente com um ônibus de turismo, no Paraná, perto da divisa com Santa Catarina. O acidente foi em um trecho conhecido como Curva da Santa, na BR-376, que liga Curitiba ao litoral paranaense e catarinense. O ônibus de turismo saiu na sexta-feira (22 de janeiro, de 2021) de Belém, com destino a Santa Catarina (São José, na Região Metropolitana de Florianópolis), a mais de 3500 km de distância. O documento de registro da viagem (na Agência Nacional de Transportes Terrestres) indica que eram dois motoristas e 53 passageiros. O acidente aconteceu quando faltavam pouco mais de 200 km para o fim do trajeto. O ônibus bateu na mureta de concreto lateral e tombou às margens da rodovia. Viaturas, ambulâncias e helicópteros do Paraná e de Santa Catarina prestaram o socorro às vítimas. “Quantidade grande de óbitos no local. O local difícil, perigoso, mas felizmente a gente já conseguiu. Aquelas pessoas que foi possível, estão hospitalizadas já”, relatou Ícaro Gabriel Greinert, capitão dos Bombeiros. O motorista que dirigia o ônibus no momento do acidente tem 67 anos e não se feriu. O teste do bafômetro deu negativo. Ele foi encaminhado para prestar depoimento na delegacia, e depois liberado. “Ele me relatou que notou, após o início das curvas da serra, que estava com problemas nos freios. Porém, ao notar esse problema, segundo ele disse, já seria muito tarde. Não conseguiu entrar na área de escape, local de contenção que tem na rodovia, e infelizmente acabou não conseguindo fazer uma das curvas”, explicou Cristiano Quintas, delegado. O filho da dona Maria era um dos passageiros e ligou para ela instantes depois da tragédia. “Ele só me falou que o ônibus tinha virado e que ele estava muito nervoso, mas que não era para eu me preocupar que ele estava bem. Ele era um dos que estavam bem”, contou Maria Gomes, mãe de um dos sobreviventes. Entre os passageiros havia crianças, um bebê e uma grávida. Os feridos foram levados para hospitais de Santa Catarina e do Paraná e os corpos trazidos para o Instituto Médico Legal, em Curitiba. O acidente vai ser investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsito da capital. A Agência Nacional de Transportes Terrestres informou que o ônibus está em situação regular e apura, agora, se foram cumpridas as condições autorizadas para a viagem. O ônibus pertence à empresa de turismo TC Pires da Cruz, com sede em Ananindeua, no Pará. Em nota, a empresa informou que o veículo foi fretado para a viagem e que prestará todo apoio necessário às vítimas e familiares. O governo do Pará afirmou que vai ajudar na identificação e no traslado dos corpos.  (Redação Jornal Nacional)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA