13/07/2021

APUCARANA - Instituto de Criminalística recebe equipamentos tecnológicos

 Funcionando há oito meses em Apucarana, o Instituto de Criminalística da Polícia Científica do Paraná recebeu ontem diversos equipamentos tecnológicos. O lote, no valor aproximado de R$ 30 mil liberados pelo Conselho Municipal de Segurança (Conseg), inclui importantes aparelhos indispensáveis para apuração de diversos tipos de crimes. O repasse dos equipamentos foi presenciado pelo prefeito Junior da Femac; o diretor do fórum estadual, Osvaldo soares Neto; o vice-prefeito Paulo Sérgio Vital; e tesoureiro do conseg, Nelson teles, representando o presidente do órgão (Adilson Murara). Os novos equipamentos serão utilizados no dia a dia de trabalho dos seis peritos. Entre eles estão detector de metais, drones, scaners de temperatura, equipamentos de medição e de aferição de carga elétrica. A perita Francine Matias de Paula, que coordena o Instituto de Criminalística de Apucarana, agradeceu o Governo do Estado e a Prefeitura de Apucarana pelo apoio na estruturação do órgão. O prefeito Junior da Femac disse que a vinda do Instituto de Criminalística da Polícia Civil para Apucarana é uma grande conquista para a segurança pública. “Os peritos atendem vinte e cinco cidades da região, que representam cerca de 400 mil pessoas”, destacou Junior. O diretor do fórum, Osvaldo Soares Neto, enalteceu as parcerias viabilizadas em Apucarana, que sempre resultam em bons resultados para a cidade. “Os recursos gerados com multas e condenações lançadas pela justiça estadual, se somam ao Conseg e à prefeitura, garantindo avanços na segurança pública”, assinalou Soares Neto. O vice-prefeito Paulo Sérgio Vital disse que o Instituto de Criminalística agora está bem aparelhado para a elucidação de crimes por meios científicos. “Mais uma vez as boas parcerias asseguram conquistas para Apucarana”, afirmou Vital. A sede do Instituto de Criminalística de Apucarana está localizada na Rua Marcel Cassandre,190, na Vila Formosa e tem plantão de 24 horas, com uma equipe de seis peritos criminais. O atendimento da unidade de Apucarana inclui todos municípios do Vale do Ivaí, além de Arapongas e Mandaguari. Até o ano passado as demandas de perícias criminais de Apucarana e região eram atendidos pela unidade de Londrina, cuja abrangência incluía 87 municípios. “A unidade de Apucarana foi possível com apoio da prefeitura que assumiu a locação de imóvel, reparos necessários e cessão de funcionário”, afirma a chefe da unidade de Apucarana do Instituto de Criminalística, a perita criminal Francine Matias de Paula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA