Páginas







 


14/07/2021

Eliminação do milho tiguera é fundamental para enfrentar o complexo do enfezamento

Nas últimas safras houve a intensificação do problema do complexo de enfezamento do milho no Paraná, que tem como vetor a cigarrinha Dalbulus maidis, mais conhecida como cigarrinha do milho. Perdas podem chegar a até 70% nas lavouras. Em razão desse alto risco, foi composto um grupo de trabalho com instituições públicas e privadas para enfrentar o problema e buscar soluções. O objetivo é disseminar de forma massiva boas práticas que precisam ser tomadas em conjunto para amenizar o problema. É importante que as ações sejam feitas de modo integrado, pois não existe uma solução única para o complexo. É esse conjunto que precisa ser compreendido e aplicado. Uma primeira boa prática, urgente neste momento, é a eliminação total do milho tiguera (guaxo ou voluntário), que é aquela planta que nasce de forma voluntária, quando se está preparando a área para o plantio de outra cultura. Agora é o período crítico, por ser a entressafra do milho na região mais fria, enquanto na região mais quente ainda tem a colheita. O grupo de trabalho também prepara outras ações de boas práticas, como o monitoramento tanto da cigarrinha, que é o vetor dessa doença, quanto dos patógenos - bactérias e vírus que causam o problema do complexo. O monitoramento de safras ao longo do estado é importante para compreender a distribuição e a dinâmica da doença. Outra ação relaciona-se à pesquisa, visando buscar melhores estratégias de controle do vetor e da doença seja com inseticida sintético ou biológico. E também o desenvolvimento de híbridos com tolerância ao complexo do enfezamento.

Um comentário:

  1. Excelente matéria. Precisamos reforçar esse conceito para conscientizar nossos agricultores do quando é importante essa prática para controle da cigarrinha! 👍

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA