10/07/2021

JARDIM ALEGRE - Mãe discorda da notícia de que filho morreu de asfixia

Os pais levaram  o bebê, de 07 meses, até o hospital, durante a madrugada, mas o óbito foi constado e noticiado como asfixia com leite materno
    
   Conforme divulgamos, em Jardim Alegre, uma avaliação preliminar apontou que uma criança, de nome Miguel Carneiro Borges, de 07 meses, morreu vítima de asfixia após engasgar com leite materno. O Destacamento local, informou que, na madrugada deste 08 de julho, de 2021, quinta-feira, por volta das 04h30min, a viatura foi acionada para comparecer na Avenida Getulina, onde fica as instalações do Hospital Municipal. "Ao chegar ao local, os soldados foram informados pela médica de plantão, que deu entrada na unidade de saúde, um casal com uma criança jé em óbito, possivelmente, por afogamento com leite da própria mãe. Para atestar tal fato, foi anexado, ao Boletim de Ocorrências, uma cópia do prontuário de atendimento e tomadas as devidas providências", informou o relatório da PM. O IML - Instituto Médico Legal, de Ivaiporã, ainda não divulgou o laudo oficial, o que demora alguns dias. Já a mãe, Ilda Carneiro, usou as redes sociais para contestar a informação. Veja, na íntegra, a nota publicada por ela: "Para quem não sabe, minha gravidez foi de risco, meus filhos nasceram com 30 semanas de gestação, um ficou 95 dias e o outro 97 dias na UTI Neonatal nos aparelhos respiratórios e na sonda de alimentação. Eles foram diagnosticados com Leucomalácia Periventricular, um grau II e o outro grau III. No caso deles, a leucomalácia periventricular, afetou bastante a parte motora, eles apresentam espasticidade, rigidez muscular, espasmos musculares frequentes, tremores, convulsão, um certo nível de hipertonia em algumas partes do corpo e uma certa hipotonia em outras partes, muitas vezes engasgam com a própria saliva. Meus filhos nunca conseguiram mamar no peito, eu tentei bastante com a orientação das fonoaudiólogas, mas, por conta dos espasmos musculares não foi possível. Eles têm um acompanhamento contínuo de pediatra, neurologista, fonoaudiólogo e fisioterapeutas. Sempre fizemos pelos dois, tudo que foi nós orientado pelos profissionais da saúde, mas infelizmente, um deles veio a partir, nosso amado Miguel, nosso grande pequeno guerreiro. Hoje é um anjinho de Deus no céu. Nossa família agradece as orações, as palavras de conforto que temos recebido de todos, é uma dor imensurável que estamos sentindo", diz a nota. Expressamos condolências ao casal, pai e mãe, e nos colocamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA