18/08/2021

Novo período epidemiológico da dengue registra cinco casos da doença no Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta terça-feira (17 de agosto) o 1º Informe Epidemiológico da dengue, do novo período sazonal da doença no Paraná, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022. O documento registra cinco casos da doença no Estado. Os casos foram confirmados em Foz do Iguaçu (2), Medianeira, Santa Isabel do Ivaí e Cambé. Há ainda, 219 casos em investigação e nenhum óbito neste período. Até agora, 47 municípios registraram notificações de dengue. “Precisamos que a população continue mantendo os cuidados, eliminando os criadouros do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da dengue. Mesmo com poucos casos, não podemos deixar de nos preocupar com essa doença que já vitimou centenas de paranaenses ao longo dos anos”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. HISTÓRICO – A Sesa monitora os dados da dengue desde 1991. O ano de 2007 marcou a primeira grande epidemia de dengue no Paraná. Foram mais de 50 mil notificados, cerca de 26 mil casos confirmados e sete pessoas morreram. A série histórica da doença aponta que o penúltimo período, de 2019/2020, foi o de maior registro de casos, finalizado com 227.724 confirmações e 177 óbitos. Já o último período fechou com 27.889 casos e 32 óbitos. Para mais informações sobre a doença e boletins epidemiológicos, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA