24/08/2021

Toledo vai receber estudo para vacinar adolescentes acima de 12 anos

Toledo será a única cidade brasileira a receber um estudo da Pfizer sobre a imunização de toda a população a partir dos 12 anos contra a Covid-19. O anúncio foi feito em reunião da farmacêutica norte-americana com o governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta terça-feira (24 de agosto), no Palácio Iguaçu. Para a pesquisa, a cidade do Oeste paranaense vai receber uma remessa exclusiva de 35.173 doses do imunizante, já autorizada pelo Ministério da Saúde, para completar a aplicação da primeira dose tanto na população adulta, acima de 18 anos, como em adolescentes de 12 a 17 anos. O estudo é de natureza observacional e busca analisar o comportamento do Sars-Cov-2 em uma cidade cuja população acima de 12 anos já iniciou a imunização com ao menos uma dose. “É um motivo de muita alegria ver Toledo, uma cidade muito importante para o Paraná, ter um reconhecimento nacional do Ministério da Saúde e do laboratório Pfizer em fazer esse trabalho do avanço da vacinação dos jovens até os 12 anos”, disse o governador Ratinho Junior. “Paralelamente, a cidade será alvo deste estudo científico que vai acompanhar como a vacinação vai colaborar no combate ao coronavírus. Toledo, com sua capacitação de gestão e boa condução no enfrentamento à pandemia, conseguiu esse reconhecimento de que a cidade deveria receber esse projeto de análise científica”, destacou. A previsão é que as doses cheguem ao Paraná nesta quarta-feira (25), iniciando a aplicação na quinta-feira (26). O quantitativo vai completar a vacinação com a primeira dose em toda a população de Toledo a partir dos 12 anos, e todas as doses serão aplicadas até a próxima terça-feira (31). Para isso, a secretaria municipal de Saúde vai aplicar cerca de 7 mil primeiras doses por dia, contemplando duas idades diariamente a partir de quinta-feira (26).  Serão organizados quatro pontos para aplicação de D1 e um ponto exclusivo para D2, que vão funcionar com horário ampliado das 8h às 23h. Cada ponto receberá 1.750 doses por dia. Pelo menos 50 profissionais de saúde serão mobilizados nos pontos de vacinação, além das equipes de vigilância e saúde e atenção primária da secretaria municipal. “Quero frisar a importância desse estudo científico ser realizado em território paranaense. Ele vai ser importante para avaliar os próximos passos da imunização. Com esses dados, vamos ter condições de estudar como vai se comportar o escudo imunológico nos adolescentes de 12 a 17 anos. Um estudo importantíssimo, que coloca o Paraná em uma situação de destaque pelo trabalho que temos feito. É um grande presente para nós neste momento”, explicou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.  Leia mais 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA