14/12/2021

CAMBIRA - Funcionário da APAE pode ter desviado quase meio milhão

 No município de Cambira, há uma polêmica e revolta da comunidade, por conta de desvios de recursos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Nossa reportagem teve acesso a um boletim de ocorrências, que foi registrado há cerca de cinco meses, o qual culminou com a investigação que é realizada pelo Ministério Público, de Apucarana, e também pela Federação da APAES. Veja a íntegra: "Procurou a Polícia Militar, o senhor João Carrasco Filho, que é o atual presidente da Apae, dizendo que, ao pedir a prestação de contas ao responsável pela parte financeira, em meados de junho de 2021, tendo em vista que a Instituição precisava prestar contas ao TCE-PR Tribunal de Constas do Paraná, o mesmo informou que não existia mais o dinheiro. Questionado sobre os motivos, assumiu que havia desviado os valores para fins particulares, totalizando cerca de R$300.000,00, mas há informação, que o montante pode chegar a meio meio milhão. João Carrascoso, na qualidade de representante da APAE, fez a representar contra e pediu providências", informou o boletim do Destacamento local. Segundo informações, a denúncia, uma comissão foi montada na instituição, o servidor demitido por justa causa e todas as providências tomadas. Não conseguimos contato com o acusado, mas uma pessoa ligou dizendo que ele vai prestar os devidos esclarecimentos e que nega as acusações como foram colocadas.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA