Páginas


26/12/2022

APUCARANA - Restaurante Popular serve mais de 37 mil refeições em seis meses

Em 2022, a população em situação de vulnerabilidade social passou a ter acesso a refeições diárias, de qualidade e a um preço acessível. Inaugurado em junho, o Restaurante Popular de Apucarana já serviu em seis meses 37.471 refeições. Junto com outras ações, o programa tem garantido a segurança alimentar e nutricional de centenas de pessoas. O prefeito Junior da Femac ressalta que o Restaurante Popular fornece uma alimentação saudável para um público bastante diversificado. “São idosos, estudantes, trabalhadores em geral e pessoas em busca de emprego. A alimentação saudável é um direito fundamental do ser humano e esse público passou a ter acesso a um cardápio diversificado, que é disponibilizado a um preço acessível”, reitera Junior da Femac. Junior da Femac afirma que a política de segurança alimentar e nutricional vem tendo importantes avanços. “Temos uma preocupação muito grande em relação à população em situação de vulnerabilidade. Já tínhamos outros programas como o de distribuição de cestas básicas, as hortas comunitárias e o Programa Feira Verde. O Restaurante Popular veio se somar nesse esforço para que ninguém passe fome em Apucarana e tenha acesso a uma alimentação de qualidade”, assinala o prefeito. O Restaurante Popular – instalado na Avenida Irati, nº 379 (defronte à Associação Filantrópica Ferra Mula) – é coordenado pela Secretaria Municipal da Assistência Social, com apoio da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional de Apucarana (CAISAN). O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 11 às 14 horas, servindo 300 refeições diárias. De acordo com Ana Paula Nazarko, secretária Municipal da Assistência Social, o programa foi instituído pela Lei 12/2022. “Pelo prato-feito, que conta com um cardápio elaborado e supervisionado por nutricionistas, a pessoa paga apenas R$2,00, sendo o custo adicional subsidiado pelo município”, explica Nazarko. Além de grãos, o cardápio contempla carnes, legumes, verduras, massas e frutas de sobremesa. Do total de produtos adquiridos para o programa, pelo menos 30% são oriundos da agricultura familiar. “Além de incentivar a utilização de alimentos produzidos dentro do município, outros objetivos do Programa Restaurante Popular são elevar a qualidade da alimentação consumida pelas pessoas fora do domicílio e gerar hábitos alimentares saudáveis na população”, pontua Nazarko. Ana Maria Schmidt, assessora da Secretaria de Assistência Social e responsável pelo Restaurante Popular, conta que o programa atingiu rapidamente o público-alvo. “A procura foi tão grande que já no segundo mês de atendimento foi necessário ampliar a capacidade em 50%, passando para as atuais 300 refeições diárias”, frisa. Ana Maria explica que o Restaurante Popular atende pessoas de diversas regiões da cidade. “A maior parte é de trabalhadores de empresas que ficam nas proximidades e de pessoas ligadas ao território do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) da Vila Regina”, informa. Ela reforça que o atendimento acontece das 11 às 14 horas, de segunda a sexta-feira, sendo que, a partir das 10h45, o caixa do restaurante está aberto para a venda dos tickets. “Desde que o Restaurante Popular foi aberto, ele vem funcionando ininterruptamente até mesmo em dias em que foi decretado ponto facultativo nas repartições públicas municipais. Neste final de ano continuaremos atendendo normalmente. População aprova cardápio - Nesta segunda-feira (26/12), o cardápio do Restaurante Popular foi carne moída, abobrinha refogada, arroz e feijão. Acompanharam a refeição salada de beterraba ralada e banana de sobremesa. Ana Paula Carvalho Ramos (39 anos), que mora no Barreiro, aprovou nesta o cardápio. “A comida estava ótima e em quantidade satisfatória”. Outro que elogiou a refeição foi José Rodrigo (36 anos). “Eu considero o cardápio muito bom; trabalho próximo do Restaurante Popular e sou cliente desde que abriu. Foi uma grande conquista para todos que precisam de um apoio”, aprovou. O idoso Manoel Francisco (76 anos), que reside no Núcleo João Paulo e mora sozinho, diz que o Restaurante Popular foi um excelente projeto da prefeitura. “Hoje temos refeições de ótima qualidade a um custo baixíssimo”, agradeceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...