Páginas


26/12/2022

Atendimento do Samu a 100% do Estado é um dos legados da saúde em quatro anos

Com quase 18 anos de operação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) tem sua cobertura disponível em todos os 399 municípios do território paranaense. A conquista se deu após uma série histórica de investimentos realizados pelo Governo do Estado nos últimos quatro anos, com quase R$ 300 milhões para seu fortalecimentos “Pensar a rede de urgência e emergência do Estado seria impossível sem o Samu, e é justamente por essa qualidade imprescindível de atendimento que temos fortalecido e expandido toda sua capacidade”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Em 2019, o Samu contemplava uma cobertura de 68%, num crescimento gradativo de 4,8% ao ano. Com as orientações do governador Ratinho Junior, elevamos esse crescimento para 10,6%, o que nos permitiu levar sua cobertura para todo o Paraná”, acrescentou. Criado em 2014, o Samu atendia, inicialmente, apenas os municípios de Curitiba e São José dos Pinhais. Hoje, o serviço conta com 12 centrais de Regulação de Urgência, que mobilizam 186 ambulâncias de suporte básico e outras 57 de suporte avançado, além de cinco helicópteros e um avião para atendimento e remoção em locais de difícil acesso. “Embora a frota terrestre seja sua principal frente de operação, o Samu também está equipado com serviço aeromédico, o que permite maior eficiência para atendimentos de grande urgência, sobretudo em locais isolados. Sabemos como a agilidade é fundamental nesses casos e por isso nos certificamos de ter todas as ferramentas disponíveis para atender os paranaenses que necessitarem de assistência”, acrescentou Beto Preto. INVESTIMENTOS – Além de fortalecer a Rede de Urgência e Emergência com investimentos em capacitações, medicamentos, transporte de pacientes e ampliações de serviços, a Sesa também implantou, neste ano, a linha de cuidado com prioridade para complicações cardiovasculares, cerebrovasculares e traumatismos. A pasta divulga e disponibiliza seus protocolos para todas as unidades do Samu, permitindo a padronização nos atendimentos para ocorrências deste tipo. Em 2019, o Governo do Estado repassou R$ 69,4 milhões para a rede. Em 2020, os investimentos foram expandidos, somando R$ 72 milhões. Já em 2021, o valor destinado alcançou R$ 74,9 milhões. Neste ano, o repasse em 2022 alcançou, até o momento, um montante de R$ 78,8 milhões. ATENDIMENTOS – De acordo com os registros da Sesa, o Samu tem expandido consistentemente sua média anual de operações. Em 2019, 520.502 pessoas foram atendidas pelo serviço, somando cerca de 1.637 pacientes por dia e 49.097 por mês. Esse número de atendimentos dobrou no ano seguinte, que contou com 1.055.448 pacientes no ano, sendo 2.932 a média diária e 87.954 ao mês. Em 2021, o Samu seguiu aumentando suas atividades, desta vez com 1.118.961 atendimentos, sendo 3.128 a média/dia e 93.832 a média mensal. Já neste ano, dados preliminares revelam um cenário constante, com 1.198.447 ocorrências até novembro, o que representa uma média diária de 3.631 e 108.949 ao mês. “É preciso conferir um destaque especial ao Samu também pela sua atuação durante a pandemia, sobretudo no deslocamento de pacientes acometidos pelo vírus. Este é um serviço que salva vidas diariamente e é nosso dever fortalecê-lo”, afirmou Beto Preto.

Um comentário:

  1. Governo prometeu mil coisa para samu depois que acabou as concessionárias de rodovia e hoje vai atender acidente leva quase uma hora para chegar exemplo trecho que corta serra do cadeado e vai sem equipamentos e as vitima aguarda mais 2 hora para chegar bombeiro quando tem vitima presas na ferragens e ainda tem coragem de divulgar reportagens investimento

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...