Páginas


02/12/2022

Sessão Solene comemora “Dezembro Faixa Preta” na Assembleia

   Com a participação de professores, mestres e atletas, foi realizada na noite desta quinta-feira (01 de dezembro) no plenário da Assembleia Legislativa do Paraná, sessão solene em comemoração ao Dezembro Faixa Preta. Por proposição do deputado Alexandre Amaro (Republicanos), o evento, realizado anualmente, busca valorizar os praticantes de artes marciais. Diversas academias de todo Estado estiveram presentes e foram homenageadas durante o encontro. Com apresentações dos atletas e homenagens aos líderes que tiveram destaque neste último ano o evento marcou o início das comemorações, que seguem durante todo o mês. “Começamos o mês de dezembro com vários trabalhos fomentando as artes marciais, o esporte, as academias, os centros culturais. Nada melhor do que começar com uma grande homenagem aos mestres e todos aqueles que praticam as artes marciais. É importante lembrar que estamos em um celeiro das artes e isso tem sido a nossa bandeira, pois é preciso defender e ajudar este setor para que ele seja bem visto no Paraná e no Brasil”, disse o deputado. A Lei que instituiu no calendário oficial do Paraná o Dezembro Faixa Preta (20337/2020), é de autoria do deputado Alexandre Amaro e visa popularizar ainda mais as artes marciais como fonte de desenvolvimento humano. O presidente da Associação Paranaense de Karatê Shubu-do, Mestre Edson Carlos de Oliveira, lembrou da importância da valorização do setor pelo Poder Legislativo. “Muito importante para nosso setor ser lembrado. Estamos homenageando as grandes celebridades das artes marciais do Paraná. É uma valorização pessoal dentro de cada segmento e também cada modalidade”. “As políticas públicas voltadas para as artes marciais precisam ter esta sinergia política entre os poderes. Estamos em festa por esta valorização que estamos recebendo, pois isso mostra a grande importância do esporte para o desenvolvimento das nossas crianças, jovens e adultos também”, disse o mestre Cícero Lourenço de Paula, da Associação Paranaense de Taekwondo. Quem também esteve presente no evento foi o deputado federal Aroldo Martins (Republicanos), que é defensor da categoria no Congresso Nacional. “Qualquer esporte é bom para todas as pessoas, mas as artes marciais tem um lado que para a juventude é um diferencial, pois ajuda na inclusão social e alcança crianças de áreas vulneráveis. O trabalho das artes marciais livra estas pessoas da marginalidade, das drogas e também dos vícios” lembrou. A prática de lutas e artes marciais tem o propósito de preparar o praticante para os embates em sua defesa pessoal, também para o condicionamento físico e emagrecimento, como também promover práticas de disciplina e desenvolvimento social, não só de adultos, mas também de crianças e adolescentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

CARREGANDO MAIS POSTAGENS...