segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

VIOLÊNCIA SEXUAL - JARDIM ALEGRE e SÃO JOÃO DO IVAÍ

Em Jardim Alegre, uma menor e uma senhora disseram que foram levadas para o motel e foram ameaçadas. Já em São João, moradora de Ivaiporã afirmou que foi abusada 
Imagem Ilustrativa 
     JARDIM ALEGRE - Em Jardim Alegre, no dia 09 de dezembro, de 2018, pela madrugada, a Polícia Militar foi acionada para comparecer no Motel La Luna. Segundo informações, havia um pedido de socorro do quarto 12, onde mulheres disseram que foram ameaçadas por um homem, para que mantivessem relação sexual com ele. Com a chegada da PM um Honda Civic, estava deixando o local. Ao fazer abordagem, constatou-se que no carro havia três pessoas e nada de ilícito foi encontrado. A mulher contou que foi convidada pela menor, que havia acabado de conhecer um homem, para irem ao motel. Quando chegaram no quarto, não quiseram manter relacionamento com o rapaz, o qual tentou pegar a adolescente a força, mas quando pediram socorro, ele as colocou dentro do carro novamente  e continuou proferindo ameaças dizendo que era policial e que estava armado, por isso, se não fizessem sexo com ele, iriam se arrepender.   O acusado seria enquadrado no crime de embriaguez ao volante e atentado violento ao pudor. O jovem negou que tentou abusar das mulheres, negou que fez ameaça e também negou que estivesse embriagado, inclusive se recusou a fazer o teste do bafômetro. O nome dele foi preservado até que o fato seja melhor apurados.  
    SÃO JOÃO - Em São João do Ivaí,  o fato também ocorreu,  no dia 09 de dezembro,  sendo a PM acionada na Rua Amintas de Barros, no  Terminal Rodoviário.  Uma mulher, de Ibiporã, disse que conheceu um homem por aplicativo do celular, Whatsapp  e no Facebook, e chegou em  São João, para conhecer esta pessoa, passando à noite em sua companhia, quando foi obrigada a manter relações sexuais com o acusado. Ao conseguir sair da casa, procurou a Polícia e registrou o boletim de ocorrência, pedindo apoio, mas afirmou que não queria denunciar formalmente o homem, porque temia ameaças.  O acusado teria negado a prática do crime.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA