segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

CALIFÓRNIA - Duas ocorrências de tráfico de drogas em Califórnia

Na Rua Orquídea a PM foi até a casa dois jovens e apreendeu 26 pedras de crack. A princípio, um deles, menor, buscava droga em Apucarana. E na Rua Severino Cerutti,  a apreensão foi de 55 pedras 
                A Polícia Militar, registrou duas ocorrências de tráfico de drogas, em Califórnia, fatos divulgados neste dia  04 de fevereiro, de 2019, segunda-feira, mas que foram registrados no final de semana. A primeira na Rua Orquídea, na casa de dois jovens: um menor e outro maior, e a segunda na Rua Padre Severino Cerutti. TRÁFICO I - Na Rua Orquídea, a PM informou que fazia patrulhamento, quando passou em frente a uma casa, alvo de denúncias de tráfico. Na calçada havia dois jovens. Quando os Policiais estavam já na Rodovia, chegou denúncia que um deles, ao ver a viatura, escondeu uma mochila. Ao voltar ao local, estava apenas o maior, de nome Richard. Ele disse que o menor havia entrado em um ônibus e ido para Apucarana, fazer um acerto. Assim que coletivo chegou no referido destino, na Av. Minas Gerais, foi abordado. Na bolsa havia R$3.030,00. Em Califórnia, a equipe do Destacamento foi até o endereço do adolescente, lá chegando estava Richard, o qual disse que estava morando com o adolescente. No local foram encontradas: 26 pedras de  “crack”, as quais na delegacia foram pesadas e totalizaram 4,8 gramas. Indagado novamente, o jovem disse que ele e o menor vendiam juntos o entorpecente e que o adolescente é quem buscava em Apucarana. Todas as providências foram tomadas. Para a imprensa, Richard negou envolvimento com o tráfico. TRÁFICO II - O segundo caso, foi  na Rua Pe. Severino Cerutti, de onde chegaram denúncias de que Adenilson, o conhecido "Pé de Pato", estava vendendo droga. No local, os soldados abordaram duas pessoas, usuárias, e notaram que Adenilson estava arremessando um objeto para fora do quintal, o qual foi abordado e tinha, no bolso, R$1.182,25. Ao vistoriar o terreno,  onde foi arremessado o objeto, foi localizado um recipiente plástico com 11 pedras de crack. Já dentro da residência, foi pedido apoio a equipe Canil, com o cão de faro "Taz". Ele encontrou 44 pedras de crack. "Adenilson assumiu a propriedade da droga dizendo ainda que, há acerca de dois meses, vem comercializando drogas em sua casa, e que compra de um homem de Londrina, as quais são comercializadas pelos valores de R$5,00 e R$ 10,00 dependo do tamanho", informou a PM. Diante do constato, o morador foi preso. RESPOSTAS - Apesar da evidências, para a imprensa, o acusados negaram o crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA