segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

FAXINAL - "Carlinhos" assassino de Fábio Vassoler é preso em Pitanga

Investigação, que incluiu escutas telefônicas, levaram o delegado Dr. Ricardo Mendes a levantar o esconderijo de "Carlinhos". Na época, o  crime cometido por ele ganhou repercussão

   Assista Live da entrevista com o Dr. Ricardo e com o preso  
     Na tarde deste dia 10 de fevereiro, de 2019, o Delegado Dr. Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, de Faxinal, apresentou, a imprensa, o preso Luiz Carlos da Conceição, mais conhecido como "Carlinhos".  Ele era procurado desde abril, de 2018, quando assassinou a tiros, Fábio José Vassoler, mais conhecido como "Fabinho Vassoler". Na época, o crime repercutiu em toda imprensa do Paraná. Segundo o delegado, após denúncias e levantamentos feitos pela sua equipe, foi também realizada uma escuta telefônica, sendo possível apurar que "Carlinhos" estava, já há alguns meses, em Pitanga, na região Central do Paraná. Um investigador, de nome Davi, foi enviado para aquela cidade, o qual confirmou as informações. "Nossas ideia era monitorar o homicida porque  há outros crimes sendo investigado, mas ao pedir apoio a PM, a prisão foi efetuada de forma prematura, mas o importante é que o jovem está detido e vamos coloca-lo a disposição do poder judiciário", disse Ricardo Mendes. Ele fez esta referência, porque a equipe do sargento Dirceu Moraes, de Pitanga, participou da prisão. Ainda, segundo ele, com a apreensão do telefone do réu confesso, foi possível encontrar rastros de outros crimes que eram praticados, questões que ainda serão apuradas.  Na delegacia, o preso deu a sua versão sobre os fatos, dizendo que ele, a vítima e outras pessoas conhecidas como "Dinei", sua esposa,  e Chaverinho, se envolveram em um confusão  na Estrada do Areião, nas dependências do Frigorífico 3G,  após Fábio Vassoler acusar ele e "Dinei", de ter roubado uma caminhoneta do referido  Frigorífico 3G, e que durante o atrito, Fábio teria agredido "Dinei", a esposa dele, e ainda correu atrás de "Carlinhos", momento em que  sacou uma pistola 389 e o matou. Também confirmou que todos os homens citados estavam armados e haviam ingerido bebida alcoólica.   Ao ser indagado, pelo repórter "Berimbau",  Luiz Carlos disse que está arrependido por ter tomado uma atitude tão agressiva diante da discussão em que acontecia, e que está a disposição para pagar pelo crime. Durante entrevista a imprensa, o delegado recebeu a visita de um irmão e amigos de Fábio Vassoler. Ele o cumprimentaram e agradeceram por se dedicar no caso e dar uma resposta a família que vivia angustiada. Segundo o irmão, "Carlinhos" vivia dentro da casa deles, como se fosse um irmão, mas de repente tomou uma atitude banal e fútil sem levar esta amizade em consideração.     SOBRE O ASSASSINATO - O assassinato foi de grande repercussão em Faxinal e região, sendo a vítima, Fábio José Vassoler, mais conhecido como "Fabinho Vassoler", a época, com 34 anos. O rapaz levou pelo menos quatro tiros na região da cabeça, braço e nas costas. O crime aconteceu na zona rural, Estrada do Areião, nas dependências do Frigorífico 3G, às 23:40 horas, de sábado, 28 de abril, de 2018. O relato da Polícia Militar, traz alguns detalhes sobre o ocorrido. "A equipe de serviço recebeu uma ligação anônima relatando que próximo ao Frigorífico 3G, havia uma pessoa baleada. Quando chegamos, uma mulher correu em nossa direção a viatura pedindo socorro e dizendo que estava em sua residência, com seu marido Beto, quando receberam uma ligação narrando que duas pessoas, sendo Valdinei Rodrigues e Carlos, o Carlinhos, estava descendo até sua casa para tirar um assunto a limpo", disse a mulher.    Há informações que o tal assunto, seria um comentário que surgiu, a princípio uma brincadeira, informando que Valdinei Rodrigues e Carlinhos, tinham participado de um assalto ocorrido no frigorífico, fato acontecido em 08 de abril, de 2018, sendo que alguns supostos participantes já havia sido identificados e presos pelas Policias Militar e Civil. Após receber a ligação, Beto teria também ligado para Fabio e Chaveirinho, que estavam na casa de Fábio jantando, e pediu para que eles descessem até o Frigorifico. Com a chegada dos acusados (Valdinei e Carlinhos), utilizando-se de uma Montana prata, e também da vítima e o seu amigo (Fabio e Chaveirinho), começou a confusão. Há relatos que Fábio teria agredido Valdinei com um soco, no momento em que ele se preparava para seguir embora, e que inclusive a mulher de Valdinei também sofreu agressões e que este seria o principal motivo do desfecho trágico. "O que apuramos foi que o Fabinho e Valdinei entraram em vias de fato, momento em que o Carlinhos, sacou de uma arma e disse - `Agora vai morrer todo mundo´. Chaveirinho e a mulher moradora do local, que solicitou a presença da Polícia, conseguiram correr e esconder no mato, mas ouviram vários disparos, os quais atingiram a vítima", relataram os soldados que estiveram no local. Fábio chegou a ser levado para o Hospital, mas não resistiu. Em seguida, buscas foram feitas na região, mas nenhum suspeito foi preso. Para rever matéria do homicídio, clique aqui.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA