terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

FAXINAL - Gallo diz que manterá transporte dos universitários

       O Prefeito de Faxinal, Ylson Alvaro Cantagallo, esteve acompanhando a reunião da AEUFAX - Associação dos Estudantes Universitários de Faxinal, realizada na noite de segunda-feira (04 de fevereiro) de janeiro de 2019. Com mais de 100 pessoas presentes, entre pais, alunos e vereadores, o gestor esclareceu dúvidas, respondeu perguntas e lembrou que quando foi formada a associação, foi explicado que aquele que atrasasse dois meses seria cortado do transporte, não seria justo uns pagarem pelos outros e pediu a compreensão dos inadimplentes para quitar suas dívidas com a associação, e enfatizou que a inadimplência já chega a R$ 25,000,00 mil reais, e o Ministério Público quer que esse dinheiro volte para o município. Sobre a polêmica da recomendação do Ministério Público, para que a prefeitura priorize o ensino fundamental, Gallo ressaltou que contratou um advogado particular, com recursos do próprio bolso, para resolver problema, e pediu um parecer do Tribunal de Contas do Paraná para saber se o município pode estar cedendo os ônibus. O primeiro parecer, segundo o prefeito, foi para continuidade, mas transferindo os coletivos para a associação, e se um dia a associação viesse a acabar, esses veículos voltariam para o município. O gestor lembrou que Levou para o MP e apresentou para o promotor que negou o parecer, e pediu outra alternativa. Gallo frisou que não é contra o Ministério Público, só não acha justo, pelo motivo da recomendação pega-lo de surpresa. O prefeito disse ainda que vai pagar o preço, mas garantiu que vai continuar com o transporte escolar, e que, nos próximos dias, terá um parecer do Tribunal de Contas para solucionar o problema que está causando preocupação aos universitários. "Fiz um compromisso de campanha de estar colaborando com 50% o transporte escolar dos universitários, corri atrás procurando saber as leis, e descobri que não podia passar o dinheiro para a empresa que prestava o serviço na época. Tentei fazer uma licitação, mas era ilegal. A forma mais justa que vi, foi comprar os ônibus, fiz o sacrifício, comprei os veículos e cedi para a associação e não é agora que vamos prejudicar os universitários. As denúncias evasivas e maldosas dos adversários que dizem que eu quero tirar os ônibus, não é verdade, quem quiser saber informações verdadeiras podem procurar o Ministério Público, o promotor e saber a pura verdade, é público, e qualquer cidadão pode chegar lá e pedir informações’’, finalizou prefeito. Ao final, foram discutidos vários assuntos pertinentes a associação, como: inscrições para o uso do transporte escolar universitário que termina essa semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA