terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

FAXINAL - POLÍTICA

Prefeito vai a Câmara debater taxa de lixo na conta de água; investimentos na saúde e outros temas. Na mesma sessão, o suplente de vereador, "Katarino", assumiu a vaga de Hanna Barts 

                   Depois do recesso parlamentar, os vereadores de Faxinal, voltaram aos trabalhos na segunda-feira, 18 de fevereiro, de 2019. Como novo Presidente do Legislativo em 2019, Paulo Vitor Portela, o “Paulinho Portela”, deu as boas vindas aos colegas de trabalho e disse que o Legislativo será pautado com lisura, e que todo projeto de lei que entra ou sai da casa, está publicado no portal da transparência e qualquer pessoa pode acessar. Depois de uma oração com o Pastor Denio Staner Storbem, o presidente deu início aos trabalhos, dando posse ao novo vereador, Marcelo Fabiano dos Santos, o conhecido “Katarino”, que assume o lugar da vereadora Hanna Barts, que deixou o cargo para assumir a Secretaria da Mulher. O Prefeito de Faxinal, Ylson Alvaro Cantagallo, usou a Tribuna para parabenizar o trabalho desenvolvido pela vereadora Hanna Barts nos dois anos em que esteve na casa de leis, e falou também das qualidades do novo vereador, a começar pela sua vontade dele de legislar, e que mesmo não sendo vereador, trouxe muitas conquistas para Faxinal. O prefeito também destacou as conquistas na área da saúde e disse que Faxinal tem a melhor saúde do Vale do Ivaí, e que, quando assumiu a prefeitura, tinha sete médicos, mas atualmente há treze trabalhando; eram três dentistas, mas agora são oito; de um fisioterapeuta, foi para quatro contratados; e ônibus transportando pacientes, era apenas um, ainda do ano 84, mas atualmente tem dois O km, isso além dos veículos da saúde, todos 2017. Lembrou da divida com o CISVIR e disse que quando assumiu a prefeitura eram 12 meses em atraso da gestão anterior, somando R$ 180.000,00 (Cento e oitenta mil reais) sem empenho. “Paguei todas as contas do passado, botei a casa em dia e dobrei o número de atendimento no agendamento. Isso não foi fácil, mas quando candidatei-me eu sabia que tinha que ser um trabalhador honrado, olhando no olho de cada um e andando na rua de cabeça erguida. É assim que eu quero sair da prefeitura”, disse Gallo. Sobre a "Taxa de Lixo", o gestor ressaltou que apenas três municípios no Vale do Ivaí não têm a taxa cobrada na conta de água, mas que nos próximos dias terão que se adequar, pois será “Renúncia de Receita” e o administrador pode ser penalizado pelo Ministério Público. Segundo levantamento do Departamento de Tributação, Faxinal já acumula R$ 10.000.000,00 (Dez milhões de reais) de IPTU que não são pagos; e a taxa de lixo esta incluída nesta conta, por isso, a necessidade de haver outros meios que tornem o recebimento mais eficiente. A coleta de lixo custa, ao município, R$936.864,00 (novecentos e trinta e seis mil, oitocentos e sessenta e quatro reais) e a prefeitura só recebe R$ 280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais). São R$ 656.864,00 (seiscentos e cinquenta e seis mil, oitocentos e sessenta e quatro reais) que a prefeitura tem que complementar. Neste ano, de 2019, o contribuinte pode optar por pagar na conta de água parcelada, em 12 vezes, ou no boleto, para isso, basta entrar em em contado com o Departamento de Tributação da Prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA