terça-feira, 14 de maio de 2019

GODOY MOREIRA - Conselheiro Tutelar é investigado por pedofilia

      O processo corre em segredo de justiça, por isso, muitos detalhes foram preservados, mas no dia 13 de maio, de 2019, às 17 horas, um homem foi preso, na Rua Mandaguari, acusado de suposto estupro de vulnerável ou de outros crimes contra a dignidade sexual. Mais tarde, o Ministério Público divulgou a seguinte nota: "A partir de investigação conduzida pela Promotoria de Justiça de São João do Ivaí, um conselheiro tutelar de Godoy Moreira (município da comarca) foi preso em flagrante por pedofilia nesta segunda-feira, 13 de maio. A ação contou com o apoio de policiais militares da 6ª Companhia da Polícia Militar de Ivaiporã. O réu foi preso durante cumprimento de mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Criminal de São João do Ivaí, quando houve apreensão do aparelho celular do investigado, no qual foram encontradas imagens pornográficas de adolescentes", diz o MP. Veja o que revelou o boletim registrado pela Polícia Militar. "A equipe de PMs, deu apoio ao ministério público, representado pelo Promotor de Justiça da Comarca de São João Do Ivaí, e deu fiel cumprimento ao mandado de busca e apreensão do processo número 0000868-13.2019.8.16.0156, autorizado pela excelentíssima Juíza de Direito, que resultou na apreensão de um coldre de arma de fogo, uma caderneta com anotações diversas, uma cédula de R$100,00 e um celular marca Samsung J7. Sendo o detido encaminhado, juntamente com os objetos mencionados, para a Delegacia de São João. No aparelho de telefone apreendido, foram encontradas duas imagens de conteúdo pornográfico, aparentemente, de adolescente. Efetuadas diligências, foi identificada a pessoa da fotografia, tratando-se de uma menor, atualmente com 12 anos de idade", informou o boletim. Diante do exposto, foi dada voz de prisão, em flagrante, pelo crime previsto no artigo 241b do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, que reza o seguinte: "Infringe este artigo quem adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente: (Incluído pela Lei nº 11.829, de 2008)". O acusado negou a prática de crimes e disse que vai provar sua inocência.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA