quarta-feira, 12 de junho de 2019

CÂNDIDO DE ABREU - Redução do número de vereadores é reprovada

Maioria dos vereadores foram contra a vontade popular e rejeitaram projeto do "Gustavo da Rádio" que tinha como proposta a redução de onze para nove edis na próxima legislatura  
             Em votação, na tarde de terça-feira, dia 11 de junho, de 2019, os vereadores do município de Cândido de Abreu-Pr, rejeitaram a proposta de redução no número de parlamentares na Câmara Municipal. O Projeto de Resolução n° 03/2019, autoria do vereador "Gustavo da Rádio" (PSDB), previa que a partir de 2020, a casa voltasse a ser regida por 9 vereadores e não 11, como é atualmente. Segundo  Gustavo, alguns vereadores fazem indicações, para o executivo, de redução de gastos, como a festa de aniversário do município de até 50%, demanda de devolução do dinheiro da sobra da Câmara para ajudar a atender determinadas secretarias, diminuição de cargo na prefeitura e várias outras questões, mas quando tiveram a oportunidade de realmente economizar, rejeitaram o projeto. "Venho acompanhando a Receita Municipal, e a mesma vem tendo dificuldade de se manter equilibrada, a Prefeitura não está superando as expectativas de arrecadação, isso é um sinal que as receitas não estão acompanhando o crescimento da inflação e concomitante o aumento das despesas", disse ele. COMO VOTARAM - Os vereadores votaram da seguinte forma - Favoráveis a redução foram: Luís Carlos Piazzon de Oliveira (PV), João Airton Derbli (DEM) e Gustavo Pereira Michalichen (PSDB). Contra a redução:Marcílio Fermiano Alberton (DEM), Gisele  Kwiatkowski de Oliveira   (PMB), Gerson Luiz Derbli (PP), João Carlos da Silva (PSC), Suzana Hoffmann Ribeiro Amâncio (PSDB) e Pedro César Derbli (PMDB). Já os vereadores, Mauri Brum (PR) e Sérgio Jaremczuk (PTB) não compareceram a sessão. MAIS INFORMAÇÕES - Em 2011, a Câmara Municipal de Cândido de Abreu, tinha 09 vereadores e, em setembro daquele ano, a casa aprovou o aumento para 11 vagas com apenas 2 votos contrários. A emenda constitucional n° 58 de 23 de setembro de 2009, permite que cidades com população entre 15 mil e 30 mil habitantes, tenham no máximo 11 vereadores. Porém, segundo o Vereador Gustavo, municípios como Ponta Grossa, nos Campos Gerais, com aproximadamente 350 mil habitantes, eram 23 vereadores, caiu pra 19 e estudam futuramente fixar em 15 vereadores. Outro município é Ivaiporã, aproximadamente 30 mil habitantes e a Câmara é composta por 9 vereadores. "Eu, como vereador, imagino que hoje a população de Cândido de Abreu, na quantidade que tem, não necessitaria de 11 vereadores", salientou Gustavo. Segundo sua avaliação, a Câmara sempre foi regida por 9 vereadores, desde o Primeiro Processo, em 1955, onde se iniciou até os dias de hoje, pois a história política do município, sempre foi contada por 9 vereadores. Baseando-se na economia, se o Projeto de Resolução fosse aprovado, a cidade iria economizar, aproximadamente, R$104.544,00 mil reais (economia anual). Já em quatro anos, que é o tempo de um mandato, os valores economizados chegariam a R$418.176,00 mil reais. Gustavo adiantou que não irá desistir do Projeto que defende, como forma de Redução de Custos do Legislativo Candidoabreuense. "Há quem defende que a proposta derrotada é demagógica e eleitoreira como pensam por aí, não podemos votar de acordo com outros interesses políticos. No próximo período, vamos reapresentar a nossa proposta, que precisa ser mais debatida com a sociedade", finalizou o vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA