sexta-feira, 14 de junho de 2019

ORTIGUEIRA - Fazendeiro é agredido com facão durante assalto

O agricultor foi rendido por bandidos na rodovia e levado para sua fazendo. Houve sequestro, roubo e agressão.  Um segundo assalto aconteceu no Bairro Caitê 
                Um fazendeiro, de Ortigueira, passou maus momentos nas mãos de bandidos, que chegaram o agredir com golpes de facão. O crime aconteceu no dia 13 de junho, de 2019, e começou na PR 160. O cidadão disse que estava deslocando de curiúva para Telêmaco Borba, em sua Hilux de placa AZR-9342, de cor prata, quando próximo ao local conhecido como "Lagoa", um veículo C-4 Pallas, de cor prata, o abordou e três indivíduos deram voz de assalto, todos encapuzados e armados com pistolas. Em seguida, seguiram com os dois carros por 1,5 km, entrando na referida Lagoa, sentido usina, onde abandonaram o Pallas e foram até a sede da fazenda, em Ortigueira. A vítima disse não estar com a chave da casa em mãos, momento em que foi agredida com golpes de facão e recebeu graves ameaças de morte. Também fizeram com que ele ligasse para um parente para levar as chaves. Posteriormente, reviraram o interior da residência subtraindo uma pistola calibre 380, com cinco munições intactas e saíram levando o cidadão, como refém, por um quilômetro, onde o libertaram. A fuga, foi sentido Telêmaco Borba. OUTRO ROUBO - O segundo roubo, aconteceu, no dia 13 de junho, na Estrada Principal, do Bairro Caetê, às 19 horas. Cidadão disse que três indivíduos, todos armados de revólver, deram voz de assalto e reviraram os cômodos, subtraindo uma quantia de R$ 600,00 (seiscentos reais) e vários objetos, como motosserra, celulares, notebook.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA