sexta-feira, 30 de agosto de 2019

TRAGÉDIA - Quatro soterrados e um homem socorrido em Marilândia

             IDENTIFCADOS OS CORPOS             
Cinco trabalhadores, que  trabalhavam dentro de uma vala de terra, foram soterrados em Marilândia do Sul, no Distrito de São José, apenas um foi retirado com vida 


Quatro pessoas morreram: Igor Daniel da Silva, de 17 anos;  Jonas Benedito Lopes, de 31 anos; Josimar Pereira de Souza, de 23 anos; e Valdeir Barbosa, de 38 anos. Como noticiamos, por volta das 19 horas, o repórter Ednaldo Henrique, da conceituada Rádio Nova Am, do Sistema Pinga Fogo, confirmava o fato lamentável ocorrido em  São José, na divisa  de Marilândia do Sul com Mauá da Serra, na propriedade de um familiar da conhecida família Pascoal. A tragédia deixou quatro mortos,  cujos corpos foram encontrados e um  quinto homem, de nome Ederson Teles Proença,  ferido, sendo ao todo, cinco soterrados. Equipes de Socorro do Corpo de Bombeiros de Apucarana e, inclusive, com o apoio de três Helicópteros, foram prestar atendimento. As vítimas trabalhavam em uma obra de tubulação para irrigação, fazendo uma vala, com uma máquina de porte grande, numa propriedade privada (sítio), quando o incidente aconteceu. "Os cinco estavam dentro do buraco colocando a tubulação, quando o barranco caiu em cima deles e todos ficaram embaixo da terra. Tinha uma máquina trabalhando na edificação da vala. Imediatamente o maquinista começou a escavar, e logo chegou o socorro, mas infelizmente a tragédia  foi inevitável", disse uma testemunha a Rádio Nova Era e  Blog do Berimbau. Até por volta das 21 horas, maquinários trabalham no local para tentar retirar as vítimas. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA