quinta-feira, 12 de setembro de 2019

EDUCAÇÃO - Programa Educa Juntos vai ajudar IDEB dos municípios

   O deputado Artagão Júnior acompanhou o governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quarta-feira (11) no lançamento do programa Educa Juntos, iniciativa da Secretaria da Educação e do Esporte para apoiar os municípios e melhorar os índices de aprendizagem e alfabetização dos estudantes paranaenses desde a educação infantil.  A proposta é ampliar o suporte técnico e pedagógico e promover ações colaborativas entre Estado e municípios para garantir o ensino de qualidade nas redes municipais de ensino. O Governo do Estado vai investir R$ 100 milhões no programa ao longo de três anos.  Esta é a primeira vez que o Estado dará suporte pedagógico aos municípios, com a oferta de formação continuada aos professores, de materiais didáticos para alfabetização e disponibilização do Prova Paraná para avaliar os estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental.   (Leia mais no link abaixo) 
 “Os municípios não serão obrigados a aderir ao programa, mas o Estado estará à disposição para construir um projeto que crie uniformidade no ensino, desde a base até o ensino superior”, disse o governador.  O intuito, acrescentou, é preparar os alunos desde crianças para encarar o mundo que se transforma de forma veloz. “Nosso desafio é preparar o Paraná para o futuro, com a visão de como o Estado deve estar em 2030. Se queremos um Estado inovador, precisamos nos preparar desde agora, e a educação é peça chave deste processo”, afirmou Ratinho Junior.  O Paraná tem cerca de 382 mil alunos matriculados na educação infantil e aproximadamente 653,5 mil nos anos iniciais do ensino fundamental, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). São cerca de 8,7 mil estabelecimentos de ensino e 72,3 mil professores nos 399 municípios.  O deputado Artagão Júnior enalteceu o programa. “É uma iniciativa inovadora do governo e estamos otimistas na adesão dos municípios, que além de receberem recursos específicos para o funcionamento do programa estarão se juntando a este projeto abrangente que visa o desenvolvimento da eEducação do Estado como um todo”.   TRABALHO CONJUNTO – Mesmo sem obrigatoriedade na participação, todos os municípios paranaenses já demonstraram interesse em aderir ao programa, afirmou o secretário da Educação, Renato Feder. “O Educa Juntos tem ações práticas que integram os municípios e o Estado. Vamos construir juntos o material de alfabetização, o Estado vai oferecer as provas para conferir o quanto os alunos estão aprendendo e também a tecnologia que temos na rede estadual”, explicou.   De acordo com ele, algumas ferramentas já estão disponíveis para as redes municipais, como as formações para professores e a Prova Paraná. “Vamos agora construir um material de alfabetização para que ele esteja na escola no ano que vem, já no início do ano letivo”, disse Feder.   AÇÕES – Entre as ações previstas pela Secretaria da Educação está o fornecimento às redes municipais de um material complementar de apoio didático, focado na alfabetização para os 1º e 2º anos do Ensino Fundamental. É um material de qualidade, contemplando os objetivos de aprendizagem e conteúdos de cada fase, conforme o previsto no Referencial Curricular do Paraná. A ação deve beneficiar 255 mil alunos.  Os municípios também terão acesso a instrumentos de avaliação, como a Prova Paraná (para 2º e 5º anos do ensino fundamental), Fluência (2º ano) e o Sistema de Avaliação Educacional do Paraná – Saep (2º e 5º). Eles funcionarão como uma ferramenta pedagógica para cada escola, que usará seus resultados para entender mais detalhadamente o que os alunos estão aprendendo e o que não estão e, assim, definir ações direcionadas para melhorar a aprendizagem. Cerca de 255 mil alunos farão as avaliações.  Os professores, pedagogos, gestores das escolas e as equipes técnicas municipais passarão por formações continuadas, com foco no aprimoramento profissional. Serão três formações por ano, para 800 pessoas em cada. Além disso, a Secretaria da Educação vai reconhecer e premiar as pastas municipais que tiverem as melhores práticas pedagógicas e alcançarem os melhores resultados no programa.  COMITÊS – Nesta quarta-feira também foi instituído o Comitê Executivo Estadual do Educa Juntos, formado pela secretaria estadual, União dos Dirigentes Municipais de Educação, Conselho Estadual de Educação, União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação e Associação dos Municípios do Paraná, que será o órgão de deliberação e gestão do programa.  Serão criados ainda comitês regionais com objetivo de articular a execução das ações, conforme as diretrizes e orientações do Comitê Executivo Estadual, assim como acompanhar o programa e levantar as pautas locais.  (Com fotos e informações da Agência Estadual de Notícias) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA