08/05/2020

AGRICULTURA - COAMO NO JORNAL NACIONAL


Jornal Nacional destaca a força do agronegócio e que a Coamo, mantém ritmo de produção nas suas fábricas
       “No Paraná, a Coamo, maior cooperativa da América Latina, mantém o ritmo da produção. Com a colheita da soja na fase final, ela está fabricando óleo de soja, margarina, café, farinha e outros produtos para o mercado interno.”   Esta é uma citação na reportagem desta quinta-feira (07) no Jornal Nacional (JN) da TV Globo – “Indústria sente efeitos da queda na demanda por causa do isolamento” –  A matéria destaca que o agronegócio continua produzindo, fábricas essenciais não pararam, toda a cadeia de suprimentos e logística está em operação garantindo o abastecimento da população.  Segundo a reportagem, muitas atividades como construção civil e a indústria, não pararam. Assim como toda a cadeia de abastecimento e logística. Como transportadoras, serviços de entrega e a produção agropecuária.  “Os dados da produção industrial brasileira em março ilustram isso. Os itens não essenciais - como roupas, artigo de viagem e calçados e automóveis - registraram forte queda. Já os itens básicos - como alimentos e produtos de limpeza - chegaram a registrar um avanço na produção.”   O presidente-executivo da Associação Brasileira de Indústria de Alimentos (ABIA) , João Dornelas, entrevistado na matéria, e que está na edição de abril da Revista Coamo na seção “Entrevista”, informa sobre a normalidade nas vendas dos alimentos. “As vendas continuam normais, e a indústria continua produzindo normal. Satisfatoriamente, a gente pode dizer que o Brasil não enfrenta problemas de abastecimento de alimentos”, diz.  Outro ponto importante abordado no JN é a tranquilidade na questão do abastecimento, não havendo nenhum indicador e nenhum sinal de problema de abastecimento em nenhuma indústria.  Para ver na íntegra a matéria do JN - CLIQUE AQUI  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA