16/05/2020

APUCARANA - Décimo Batalhão prende dezenas de pessoas por tráfico

Ações da Polícia Militar tem ganhado destaque na imprensa regional e estadual. No dia 15 de maio, foram três flagrantes. Nos dez primeiros dias de maio, de 2020, pelo menos 22 acusados foram para na cadeia     


No link de vídeo, ouça a fala do Aspirante Jair comentando sobre o tráfico  
    O dia 15 de maio, de 2020, foi com registro de três casos de tráfico de drogas em Apucarana. As prisões e apreensões revelam que o Décimo Batalhão, continua eficiente e firme no propósito de combater um dos piores crimes contra a sociedade, pois a venda de droga tem sido a origem de muitos outros delitos, como roubo, furtos e até assassinatos. No dia 14 de maio, o órgão de segurança já havia informado que nos dez primeiros dias de maio, foram detidas 22 pessoas e apreendidos: 08 quilos de maconha; 2.085 quilos de cocaína e 654 pedras de crack e quatro compridos de ecstasy. Os fragrantes ocorreram em 14 boletins de ocorrências. NOVA APREENSÕES - As três casos registrados, em 15 de maio, foram na Rua 15 de Novembro, Vila Regina, onde jovem, de 24 anos, foi abordado, e, em seu bolso, havia uma poção de crack. Foi acionado o Canil e vistoriada a residência, que fica no mesmo endereço. Foram apreendidos: mais uma quantia crack, totalizando 2,7 gramas, que renderiam 13 “pedras”. Na Rua Maringá, na Vila Formosa, um casal de irmãos de 24 (homem) e 28 anos (mulher), foi detido, também acusado de tráfico. A denúncia dizia que eles usavam um Honda Civic, para venda da drogas. Na abordagem, o jovem correu para dentro da casa e jogou um grande invólucro in natura de cocaína no quintal do vizinho. Em seu bolso, havia duas porcões da mesma droga. A irmã, que estava no local, também portava duas porções de maconha, em sua bolsa. No carro, estacionado,  na porta do motorista foram aprendidas duas porções de cocaína, bem como o valor de R$67,00 em notas e moedas. Por fim, foi apreendido uma máquina de passar cartão de crédito, que segundo a PM, era usada no recebimento da droga. Os suspeitos negaram o crime. O terceiro caso, foi na Rua  Ivaldete Alberto, no Parque Industrial, onde, na noite, de 15 de maio, foi detido homem, de 18 anos, e apreendido menor, de 14 anos. Depois de denúncias, que no local funcionava uma "Boca de Fumo", a Pm fez a incursão a pé, momento em que havia várias pessoas, sendo que algumas tentaram entrar na casa que não possui muros. Com o menor, que seria o responsável pelo local, havia algumas buchas de maconha. Ele confessou o crime e levou a PM até onde a droga estava escondida. Depois acompanhou os soldados até a Rua Sebastião Rodrigues de Souza, onde mora seu amigo, de 18 anos, e onde estaria o restante do entorpecente. Lá foi encontrada uma mochila com 99 gramas de crack, em várias porções, que fracionados para a venda, renderiam, aproximadamente, 500 pedras; também 529 gramas de maconha divididos em várias buchas de variados tamanhos; e 203 gramas  de cocaína, que poderia ser manufaturada em 660 buchas. Também foram apreendidos quase 700 reais. Tudo foi entregue na delegacia de Polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA