quinta-feira, 21 de maio de 2020

COVID - Coronavírus registra mais um recorde de óbitos em 24 horas

Foram 1.188 registros de falecimentos, elevando o número de óbitos para 20.047 no Brasil. O boletim é do dia 21 de maio, de 2020
          Neste dia 21 de maio, de 2020, o Brasil chegou a 20.047 mortes, eram 18.859 na quarta-feira (20). Foram 1.188 registros de morte incluídos no balanço em 24 horas, sendo que 311 óbitos ocorreram nos últimos 3 dias. 310.087 casos confirmados, sendo que foram 18.508 novos casos incluídos no balanço em 24 horas. 125.960 pacientes recuperados (40,6%). No boletim do Ministério da Saúde foi informado que o número de recuperados do coronavírus no Brasil cresce a cada dia. O Ministério confirmou que 125.960 pessoas já se recuperaram da doença, número que representa 40,6% do total de casos (310.087). Outros 164.080 pacientes estão em acompanhamento médico. As informações foram atualizadas até as 19h pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. São realizados investimentos constantes em ações e serviços, aquisição de insumos, respiradores, equipamentos e EPIS, além da habilitação de leitos de UTI. Nesta quinta-feira (21), a pasta habilitou mais 202 leitos de UTI exclusivos para pacientes graves ou gravíssimos da doença. Somente na última semana foram 2.554 habilitações. Cada leito recebe o dobro do valor por diária de internação. Desde abril, já foram 6.344 habilitações, com repasses federais de R$ 911,4 milhões, pagos em parcela única, aos estados e municípios. A pasta também tem liberado recursos para auxiliar estados e municípios a enfrentarem a pandemia, com o intuito de garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes. Até o momento, o país registra 18.508 óbitos, sendo que 1.188 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 311 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.534 estão em investigação. Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.  Clique Aqui e veja o detalhamento.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA