quinta-feira, 21 de maio de 2020

IVAIPORÃ- Vitória Holzmann fala do sucesso do programa "Comida Boa"

A chefe da SEAB Ivaiporã, em entrevista a Rádio Nova Era, comentou sobre o programa "Cartão Comida Boa". Também alertou que, em algumas cidades, muitas pessoas ainda não foram retirar o benefício  
    No link de vídeo ouça entrevista com Vitória Holzmann   
        Direto de Ivaiporã, por telefone, quem foi a entrevistada do repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", neste dia 21 de maio, de 2020, foi a chefe do Núcleo Regional Seab Ivaiporã, Vitória Maria Montenegro Holzmann, uma dedicada servidora e que, novamente, vem realizando um competente trabalho como chefe da Secretaria Regional de Agricultura,   a qual abrange 15 cidades da região. Em sua fala, ela comentou sobre o Cartão Comida Boa – programa instituído pelo Governo do Estado, que permite às famílias, em situação de vulnerabilidade, comprar produtos alimentícios durante a pandemia do coronavírus (Covid-19), inclusive, aproveitou para informar que, dos municípios da sua região, algumas cidades, principalmente as maiores, como Faxinal e Ivaiporã, ainda há muitos cartões na Secretaria de Assistência Social, aguardando a retirada. "São pessoas cadastradas como vulneráveis e que, provavelmente, não foram avisadas ou não chegou até elas a informação que, além dos programas do Governo Federal, também há este programa do governador Ratinho, que pode ajuda-las neste momento do crise", disse Vitória. Por isso, as famílias beneficiadas, que são as inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), que ainda não receberam, devem procurar a Assistência Social de seus municípios. Ouça a entrevista, no link de vídeo e saiba mais detalhes. REGIÃO - Recentemente, em um evento em Ivaiporã, dia 05 de maio, a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), distribuiu aos 15 municípios jurisdicionados ao Núcleo da Seab, 18.123 Cartão Comida Boa. Trata-se de um voucher com código vinculado ao CPF do beneficiário para evitar falsificações. Cada Cartão Comida Boa vale R$50. A distribuição é feita com auxílio das prefeituras. Os beneficiários podem usar o cartão nos mercados credenciados pela Seab. O programa de auxílio emergencial terá duração de 3 meses – com possibilidade de prorrogação. BILHÕES NA ECONOMIA - Até a publicação desta reportagem, foi informado que, entre os dias 11 e 20 de maio, 522.979 cadastrados receberam seus cartões. 421.110 já tinham usado o benefício e gastaram R$ 20,5 milhões em compras de alimentos em algum dos 2,1 mil estabelecimentos comerciais parceiros do programa. Lançado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, o Comida Boa prevê a distribuição de 1 milhão de vouchers. “O Estado atua para que nenhum paranaense passe dificuldades enquanto durar a pandemia. Não podemos admitir que em um estado como o Paraná, que é um grande produtor de alimentos, tenha pessoas passando fome”, afirma Ratinho Junior, ao comentar. “Além disso, o Cartão Comida Boa também está ajudando a manter o faturamento dos estabelecimentos comerciais de todo o Paraná neste momento de dificuldade”, destaca.  (Texto - Ronaldo Senes, Lucia Lima e AEN). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA