12/05/2020

POLÊMICA - Deputada Luísa Canziani rebate acusações de prefeito

 A Parlamentar rebateu  acusações do prefeito Ene Benedito, de Rio Bom, o qual reclamou de uma emenda de 200 mil reais, que não foi empenhada e seria destinada a edificação de asfalto 
        A deputada federal Luísa Canziani (PTB),  enviou nota para a Rádio Nova Era, para  esclarecer que não retirou o recurso de R$ 200 mil para pavimentação asfáltica que havia indicado para o município de Rio Bom, como afirmou o prefeito Ene Benedito em entrevista a emissora.  Segundo ela, não foi feito o empenho por falta de dinheiro no Ministério do Desenvolvimento Regional que, inclusive, não foi feito o empenho de outras indicações para municípios da Região Norte do Estado pelo mesmo fato. Outros ministérios, como o da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Educação, por exemplo, também deixaram de empenhar emendas indicadas pelos parlamentares por falta de recursos. No entanto, neste ano,  a deputada Luísa  alegou que fez a indicação para Rio Bom de R$ 250 mil, via emenda de bancada, para aquisição de uma mini carregadeira. “Sou muito grata aos cidadãos de Rio Bom e, por isso, estou trabalhando incansavelmente para levar recursos e projetos que melhorem a qualidade de vida das pessoas”, salienta a deputada Luísa Canziani.  A nota segue dizendo que  Luísa tem trabalhado por todo o Vale do Ivaí. Em abril e em maio deste ano, dez municípios do Vale do Ivaí receberam R$ 2,3 milhões em emendas parlamentares da deputada para custeio da saúde. Os recursos já foram pagos às prefeituras e são extremamente necessários neste momento, quando é preciso investir na prevenção e cuidados extras que fortaleçam a saúde das pessoas neste período de pandemia provocada pelo coronavírus. Além disso, a deputada Luísa aprovou, na Câmara dos Deputados, recursos extras para todos os municípios paranaenses, encaminhados via Ministério da Saúde, para o combate à pandemia do coronavírus. Rio Bom recebeu mais de R$ 54 mil, valor definido pelo Ministério da Saúde com base em vários critérios técnicos. Todos os municípios do Paraná receberam recursos dessa natureza. No final do ano passado, uma emenda parlamentar da deputada Luísa destinou R$ 1 milhão ao Cisvir, o consórcio de saúde formado por 18 municípios do Vale do Ivaí. Com os recursos, foram comprados diversos equipamentos, tais como aparelhos de ultrassom, de videoendoscopia, reanimador, oftalmoscópio, bisturi cirúrgico, desfibrilador, além de mobiliário e vários outros produtos. O Cisvir atende cerca de mil pessoas por dia e oferece 21 especialidades médicas.  Para rever a matéria, que gerou a polêmica, clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA