25/01/2021

ORTIGUEIRA - Marido reafirma que esposa morreu atingida por Pedra

Agricultor reforça denúncia contra empresa que promoveu detonação  no Bairro dos Franças. Até uma foto do corpo da esposa, ele divulgou, para provar que ela foi atingida por uma pedra 
    Em Ortigueira, o agricultor Jabes Amaral, gravou um vídeo comovente e demostrando seu sentimento de desespero e revolta, pedindo justiça, no caso da morte do sua esposa Aline Rodrigues. Até uma foto do corpo da mulher, o marido autorizou divulgar, revelando que ela recebeu uma pedrada nas costas e que seu falecimento não foi por conta de um mal súbito. A divulgação da foto do corpo, segundo a família, é importante, porque muitos estão acreditando na versão da empresa Rodonorte, o que é um absurdo. No vídeo, enviado com, exclusividade, ao Blog do Berimbau e Rádio Nova Era, ele acusa a Concessionária de Pedágio, a referida Rodonorte, de ter contratado outra empresa para detonação na BR-376, km 314, a qual teria realizado o serviço de forma, supostamente, irregular, sem adotar as medidas de segurança. Também demonstra ter certeza que sua mulher morreu por conta do ferimento provocado pela pedra, que foi projetada com a força da explosão ocorrida no momento da detonação. Assista o vídeo para saber mais detalhes das afirmações feitas pelo marido. SOBRE O CASO - O repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", já havia revelado a notícia, ao conseguir falar com um cunhado de Aline, no Bairro dos Franças, divisa com Mauá da Serra. O município todo ficou enlutada com o fato. Várias informações desencontradas, chegaram da BR-376, km 314, entre Ortigueira e Mauá da Serra, na tarde de 21 de janeiro, de 2021, onde foi programada uma detonação, como parte das obras que estão ocorrendo na rodovia, realizadas pela CCR Rodonorte. A primeira informação dava conta de que, durante a explosão, a moça que estava trabalhando na zona rural, nas proximidades, e foi atingida por uma pedra, mas também chegaram relatos de que ela teria tido uma espécie de mal súbito e que o fato não teria nada a ver com a detonação. Clique aqui para rever a primeira matéria e outros vídeos que chegaram a nossa reportagem. A Repórter não se manifestou a nossa reportagem, sobre o caso. Tivemos acesso apenas há relatos de socorristas dizendo que a morte não tem relação com a detonação. 

Um comentário:

  1. laudo do IML deu como trauma de torax e mulher levou uma pedrada na costa, não entendi isso, que pedrada é essa que provoca trauma de torax, estranho

    ResponderExcluir

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA