22/01/2021

ORTIGUEIRA - Família pede justiça e diz que mulher morreu com pedrada

No caso da jovem Aline, que morreu durante detonação na BR-376, família diz que ela foi realmente atingida por uma pedra
Assista matéria no link de vídeo 
O repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", conseguiu falar com um cunhado da jovem mulher Aline, que morreu na localidade do Bairro dos Franças, divisa com Mauá da Serra. O município ficou enlutada com o fato. Como noticiamos, várias informações desencontradas, chegaram da BR-376, km 314, entre Ortigueira e Mauá da Serra, na tarde de 21 de janeiro, de 2021, onde foi programada uma detonação, como parte das obras que estão ocorrendo na rodovia, realizadas pela CCR Rodonorte. A primeira informação dava conta de que, durante a explosão, a moça que estava trabalhando na zona rural, nas proximidades, e foi atingida por uma pedra, mas também chegaram relatos de que ela teria tido uma espécie de mal súbito e que o fato não teria nada a ver com a detonação. Moradores enviaram vídeos de um Helicóptero do SAMU, que chegou a ir ao local, mas infelizmente o óbito ocorreu antes do transporte aérea. O cunhado de Aline, de nome Joabe, falou com a reportagem, e expressou a revolta da família. "Estão tentando esconder o fato. A minha cunhada estava trabalhando quando houve a detonação. A pedra veio em direção ao filho dela, uma criança, e Aline tentou evitar, quando foi atingida e morreu. Essa informação de infarto é uma mentira e vamos provar", disse Joabe. Ouça a matéria completa no link de vídeo, onde o repórter Ronaldo Senes, o "Berimbau", pede justiça. Até a publicação desta reportagem, a Rodonorte, que, supostamente, seria a responsável pela contratação da empresa que realizou a  detonação, não se manifestou. Informações de uma socorrista, davam  conta de que a vítima faleceu em decorrência de um mal súbito e que não há nenhuma relação com a detonação. LAUDO - Após a reportagem, a família afirmou que o laudo do IML apontou lesão corporal, com traumatismo no tórax e hemorragia interna.  ATENÇÃO - CLIQUE AQUI - para conferir novam matéria, agora com depoimento do marido de Aline.  (Agradecimentos ao Daniel Fartura, da Folha Ortigueira, que também fez publicações exclusivas, e encaminhou materiais para que essa reportagem fosse possível)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA