02/08/2021

ORTIGUEIRA - Família convive com o perigo às margens da BR-376

Após polêmica com a Rodonorte, a concessionária liberou o tráfego de veículo, que passam ao lado da edificação. A família acusa concessionária de descaso 
    No município de Ortigueira, uma família vem sofrendo com o que eles chamam de descaso da concessionária CCR Rodonorte e a empresa que faz duplicação da BR-376. Recentemente publicamos uma polêmica, que ocorreu no km 333, altura do Bairro dos Franças, próximo ao Posto, Lanchonete e Restaurante Deduch. A Andreia e seu esposo Carlos Roberto Araújo (Robertão), foram a justiça para impedir que fossem despejados do local. Eles são donos de dois alqueires e, na propriedade, a única casa, que está construída, desde 1954, estava sendo ameaçada de demolição. Além do casa, no local há uma comércio, espécie de lanchonete, que é o sustento da família.  Após muita discussão, a empresa construiu a rodovia, passando praticamente colada a parede da edificação e, liberou o tráfego de veículos, os quais passam muitos próximos da casa e da lanchonete, ocorrendo risco de uma tragédia.   Pelas imagens enviadas ao Blog do Berimbau, em 1º de agosto, de 2021, é possível observar que  não há um redutor de velocidade eficiente e, desta forma, mesmo com a placa indicando 60 km por hora, os caminhões e automóveis passam em alta velocidade, colocando em risco, a vida da família.  No link de vídeo, veja imagens que comprovam estas afirmações. Para rever a primeira matéria, que publicamos sobre a polêmica, clique aqui.  A assessoria de comunicação da empresa, não comentou a acusação.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA