04/08/2021

Providência já atendeu mais de 30 mil pacientes no enfrentamento ao Covid-19

Na linha de frente do combate ao Covid-19, a equipe do Hospital da Providência e Materno Infantil, de Apucarana-PR, tem se destacado, mais de 30 mil pacientes receberam atendimento ambulatorial ou internamento nos Hospitais de Apucarana devido ao novo coronavírus e puderam retornar para suas casas. Com o trabalho realizado junto ao Secretário da Saúde Dr. Beto Preto, os hospitais montaram nova estrutura de leitos e não faltaram respiradores ou medicamentos para atender a população. Os Hospitais estão habilitados para o atendimento aos casos suspeitos e confirmados de covid-19 desde março de 2020 pela SESA, contando com leitos clínicos e de UTI que no decorrer da pandemia precisaram ter seu número aumentado, chegando a 58 leitos clínicos e 27 de UTI. “Agradeço ao Dr. Beto Preto, que através da Secretaria de Saúde forneceu equipamentos e medicamentos tão necessários em um momento de escassez em nível nacional”, afirma a diretora geral do Hospital da Providência Irmã Geovana.
Dimensão do atendimento aos pacientes suspeitos e/ou confirmados de Covid-19
    Para o enfrentamento ao Covid-19 foram realizados cerca de 192 mil exames laboratoriais, 9.700 exames de raio-x, 8.200 tomografias, 10 mil atendimentos de fisioterapia, 50 mil serviços de nutrição e dietética e 600 atendimentos psicológicos. “Todas as altas hospitalares alegraram nossa equipe, que lutaram ao lado de cada paciente para que ele pudesse retornar para casa”, afirma Irmã Geovana Ramos. A criação do Pronto Atendimento Covid-19 pelo Prefeito Junior da Femac e apoio da comunidade contribuíram para o atendimento do Hospital da Providência. “Agradeço ao prefeito Junior da Femac, que logo no início da pandemia criou o Pronto Atendimento da Covid-19 e, a todos se preocuparam em informar e orientar o próximo sobre as medidas de prevenção, a união da comunidade para doação de materiais e equipamentos, a todas as orações realizadas para nossa equipe e para nossos pacientes internados, ações de humanização, cartas, recados, músicas que acalentaram os corações e renovaram as esperanças”, diz. Irmã Geovana ressaltou a importância e agradeceu a equipe dos hospitais. “Toda gratidão a nossa equipe que tanto fez pelos pacientes, foram dias exaustivos, mas permaneceram fortes, dando o seu melhor, que Deus retribua a todos”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LEIA ANTES DE COMENTAR!
- Os comentários são moderados.
- Só comente se for relacionado ao conteúdo do artigo acima.
- Comentários anônimos serão excluidos.
- Não coloque links de outros artigos ou sites.
- Os comentários não são de responsabilidade do autor da página.

Para sugestões, use o formulário de contato.
Obrigado pela compreensão.

ROLAGEM INFINITA